O Grande Mago retorna após 4000 anos - capítulo 5

Não faria sentido mostrar sua raiva aqui. Frey foi estudante enquanto ele era professor. Se ele se rebaixasse ao seu nível, sua autoridade apenas despencaria. Kevin sorriu e bateu palmas. "Bom Bom. Tudo bem. Algumas coisas são mais importantes do que a classe. Tenho certeza de que você não perderia todo esse tempo. Certamente, você tem muito o que mostrar. ” "Obrigada." “Nesse caso, vamos parar com a tagarelice ociosa e começar.” Kevin abriu e folheou o livro. Com um sorriso, disse ele. "Frey, aqui está uma pergunta para você." Os alunos prenderam a respiração. As perguntas de Kevin eram conhecidas por serem complicadas. Ele nunca fez perguntas que pudessem ser adivinhadas facilmente. Além disso, a punição por não responder corretamente foi severa. Além de encaixar notas, havia momentos em que os alunos tinham que ficar de pé até o final da aula. Para piorar as coisas, o alvo de Kevin era Frey, que nunca tinha assistido às aulas antes. “Quais foram os três artefatos usados ​​pelo Rei Guerreiro Mágico, Kassajin?” Frey não respondeu. Os alunos acharam a pergunta desagradável. O guerreiro mágico Rei Kassajin foi o maior guerreiro mágico da história, mas a maioria dos alunos orientados para a magia de Westroad o conheciam apenas como um dos companheiros do Grande Mago Lucas. Alguns nem faziam ideia de quem era Kassajin. Claro, ele não foi totalmente omitido de "The History of Magecraft". Em vez disso, sua menção abrangeu apenas três linhas, já que ele havia trilhado o caminho de um guerreiro. Claro, as informações sobre quais artefatos ele usou foram totalmente omitidas. Kevin olhou de soslaio. “O que há de errado, Frey? Você não passou todo esse tempo acumulando conhecimentos que não encontrava na minha aula? Ou será que você pensou que as conquistas de um guerreiro mágico nem valiam o seu tempo? " Frey permaneceu em silêncio. Assim que ele começou a responder, um aluno sentado atrás falou por ele. "Oponho-me. Pelo que eu sei, o Rei Guerreiro Mágico Kassajin não tem lugar na história da magia. ” Por um momento, Kevin ficou em silêncio. Se não fosse por seus laços de sangue com a academia, Isabelle Triznine teria sido expulsa da sala de aula de uma forma mais terrível do que Frey. Ela sempre interferiu em suas aulas em todos os aspectos. Kevin respondeu presunçosamente. “Kassajin foi a primeira pessoa a desenvolver um método que usava mana para aprimorar as habilidades físicas. Embora sua perseguição era diferente, ninguém pode negar o seu avanço da magecraft.” “Mas Kassajin era um artista marcial que usou mana apenas para treinar seu corpo. Essa pessoa não pode ser considerada um mago. ” Isso era verdade. O conhecimento de Isabelle estava muito à frente de seus colegas e era nada menos que o de um professor. Mas um sorriso malicioso ainda permaneceu no rosto de Kevin. "Então você está optando por ignorar todos que seguem o caminho de um guerreiro mágico, Isabelle?" “… Essa é uma interpretação estranha.” “Oh, pode ser. No entanto, se guerreiros mágicos devem ou não ser considerados mágicos ainda é um grande debate na comunidade acadêmica. É um assunto delicado que às vezes pode levar a uma disputa de orgulho entre sociedades eruditas. Embora seja importante expressar sua opinião, preste mais atenção aos seus comentários. Se você quiser ter sucesso como mágico, isso é. ” "Mas…" "Quem eu perguntei foi Frey, não você, Isabelle." Isabelle mordeu o lábio inferior. Para começar, ela não gostava de Kevin e o achava repulsivo. Ele era o pior tipo que gostava de atormentar os fracos para sua própria satisfação. Ela também estava bem ciente de seu olhar lascivo que frequentemente varria seu corpo. Mesmo agora, Kevin achava que estava sendo discreto, mas Isabelle sabia. Ela se sentiu horrível enquanto ele a cobiçava, como se mil insetos estivessem se contorcendo sobre todo o seu corpo. Os olhos de Kevin se estreitaram quando ele percebeu a expressão no rosto de Isabelle. 'Que pena. Se não fosse por sua relação com a academia ... ' Frey, que permaneceu em silêncio durante toda a troca, finalmente respondeu. “Luva de O Rei do tigre, Cinto do Gigante, e do Colar Gale.” “…” Os olhos de Kevin se arregalaram enquanto Isabelle olhava para Frey com espanto. "Estou errado?" Sua memória estava nebulosa, embora Frey tenha omitido essa parte. "Está correto." "Que alivio." Houve um alvoroço entre os alunos. Frey respondeu às perguntas com facilidade, embora fossem quase impossíveis de adivinhar. Mas seria ainda mais estranho se ele não soubesse. O Grande Mago Lucas e seus companheiros eram muito próximos. Esses quatro eram como família um para o outro. De suas comidas favoritas a seus hábitos mais triviais, ele conhecia todos eles. Enquanto Frey lembrava, sua expressão esmaeceu por um momento. Kevin ficou solene ao mesmo tempo. “Este foi apenas um-aquecimento. Ainda tenho mais perguntas para você, Frey. ” "Bem." Frey ficou bastante satisfeito com a situação. * * * 'Inacreditável.' Kevin ficou boquiaberto com Frey. Sua atenção estava absorvida no livro como se ele não estivesse nem um pouco interessado no que Kevin tinha a dizer. - Ele respondeu tudo corretamente? Desde a pergunta sobre Kassajin, Kevin havia feito mais cinco perguntas. Todos eles eram difíceis o suficiente para confundir até mesmo os melhores alunos. Principalmente os dois últimos, por só poderem ser respondidos por professores da área de especialização. Frey não respondeu imediatamente. Antes de responder, ele ficava em silêncio como se estivesse revivendo velhas lembranças. Seu silêncio duraria de alguns segundos a um minuto sólido. Mas o que quer que tenha saído da boca de Frey acabou sendo correto. Kevin estava totalmente perdido. É realmente Frey Blake? Disseram-lhe que suas notas não eram ruins. No entanto, sempre que Frey olhava para ele, Kevin murchava como um rato na frente de um gato. Os olhos de Frey brilhavam com cada resposta que ele dava, enquanto a voz de Kevin gradualmente murchava. Eventualmente, ele não conseguia fazer um único som e só conseguia ficar parado. 'Mesmo que ele deva ser uma vergonha da Westroad Academy!' O Frey do passado já teria ficado vermelho como uma beterraba. Mas e o Frey atual? Ele não estava se encolhendo nem um pouco. Ele não estava nem ficando vermelho nem gaguejando. Em vez disso, seus olhos estavam lúcidos e sua voz cheia de vitalidade. Kevin estava muito familiarizado com esse tipo de pessoa. Somente aqueles que tinham forte autoconfiança se comportavam dessa maneira. Como o professor Dio e a professora Adélia! 'Impossível!' Como Frey poderia estar na mesma liga que os dois membros mais ilustres do corpo docente da Westroad Academy? Kevin retirou imediatamente sua linha de pensamento. 'Isso foi bom.' Enquanto isso, a enxurrada de perguntas de Kevin foi um grande estímulo para Frey. Memórias que ele pensava que haviam sido esquecidas ressurgiram e desencadearam uma reação em cadeia. Kevin nunca teria sonhado com tal coisa, mas quanto mais difíceis suas perguntas se tornavam, mais úteis elas eram para Frey. Frey realmente não se importava se ele estava errado. Em vez disso, era isso que ele esperava até certo ponto. Ele queria a confirmação de que a Magecraft não regredia há 4.000 anos. Mas isso nunca aconteceu. Nenhum campo de magecraft tinha feito nem um grama de progresso. Que absurdo. Era especialmente ridículo chamar de "Idade da Luz" a era em que a nave mágica brilhou mais forte há 4.000 anos. "Há mais alguma coisa que você gostaria de perguntar?" Keven ficou sem fala com a pergunta de Frey. Por um tempo, ele só conseguiu roer os lábios até que seus olhos baixaram para o livro. “… Página 131.” Kevin não conseguiu esconder sua humilhação. Ele tinha acabado de admitir a derrota durante sua própria aula. Em pouco tempo, chegou a hora de a aula terminar. Kevin olhou furioso para Frey e então se despediu. 'Eu deveria ir almoçar no refeitório.' Quando Frey se lembrou da refeição especialmente deliciosa que comera ali, sua boca começou a se encher de água. Desde sua fuga do abismo, comer se tornou muito agradável. Frey se levantou e percebeu que os alunos ao seu redor já o observavam há algum tempo. Muitos pareciam hesitantes em falar. Frey já havia sido alvo de David. Muito poucos deles estavam em posição de ignorar os avisos de Davi. "Você está indo para o refeitório?" Uma delas era Isabelle. O poder da academia era muito maior do que o de David. Ela olhou diretamente para Frey com uma curiosidade irresistível queimando em seu olhar aparentemente tranquilo. 'Ele parece uma pessoa completamente diferente.' Isabelle conhecia Frey. A Blake House era uma família estimada de mágicos. Quando ela ouviu pela primeira vez que um mágico da Blake House foi admitido, ela esperava um tremendo talento. Mas então as expectativas de Isabelle logo foram destruídas. Era seguro dizer que Frey não tinha talento algum. Se não fosse pela família Blake, ele nem teria tido permissão para frequentar a academia. Esse tipo de Frey havia mudado da noite para o dia. A covardia que o atormentava a cada passo desapareceu. Ele não era mais subserviente a David e sua turma quando tentaram brincar com ele. Ele nem mesmo se intimidou com o dilúvio de perguntas de Kevin e, em vez disso, respondeu-as com facilidade. Frey passou por ela e continuou andando. Por um momento, Isabelle ficou atordoada. 'Estou sendo ignorado?' Pelo menos, foi a primeira vez que ela foi ignorada desde que entrou na academia. Em pânico por um momento, ela correu atrás de Frey. Desta vez, ela ficou bem ao lado dele e falou com mais clareza. "Frey Blake." Só então Frey deu uma olhada em Isabelle, revirando os olhos. "Você está falando comigo?" "Sim." “Eu não sabia. Estou indo para o refeitório. ” Frey não diminuiu a velocidade nem ao responder. Naturalmente, Isabelle virou-se para persegui-lo. “Sobre a última pergunta que o professor Kevin perguntou.” A última questão. O que foi mesmo? Frey, pensou um pouco e logo encontrou a resposta. “Os três métodos de treinamento de Schweizer?” "Sim, aquele." Enquanto conversavam, eles chegaram ao refeitório. Frey almoçou depois de trocar o vale-refeição e sentou-se. Isabelle colocou sua bandeja em frente a ele. As pessoas ao redor se agitaram imediatamente. Isabelle era uma das alunas mais populares. Não era apenas por causa de sua relação com a academia. Suas notas eram excelentes o suficiente para colocá-la entre as três primeiras, e sua aparência era linda. Até David expressou seu favor a Isabelle em várias ocasiões. Mas lá estava ela, sentada em frente ao pior aluno, Frey, almoçando. Isabelle, sentada com ele? Exceto para aqueles que estavam apenas na mesma classe que Frey, a maioria dos alunos olhou ferozmente em sua direção. “Achei que Schweizer havia desenvolvido apenas dois métodos de treinamento. Assimilação e amplificação. Você mencionou 'batalhar' antes. É a primeira vez que ouço falar disso. ” "É assim mesmo." No entanto, a batalha também era o mais perigoso dos três métodos. Frey cortou um grande pedaço de salsicha e o engoliu. Estava extremamente delicioso. “No início, pensei que você estava apenas dizendo o que veio à mente. Mas pela reação do professor, a resposta parecia estar correta. ” "O que você está tentando dizer?" Isabelle hesitou por um momento, então continuou. “Que tipo de método de treinamento é a batalha?” Era sobre isso que Isabelle estava mais curiosa. Frey respondeu levemente. “Em que estágio você está agora?” “Eu alcancei três estrelas.” Isabelle falou humildemente, mas Frey ficou chocado e mergulhou em pensamentos profundos. Ele então disse com um aceno de cabeça. "Isso é muito bom para a sua idade." Naquele momento, Isabelle sentiu como se estivesse falando com um velho mago sábio em vez de Frey. Mas então ela se lembrou de sua situação e pareceu arrependida. “Parece que você não tem quaisquer queixas.” “É isso mesmo.” Frey terminou sua refeição em um piscar de olhos, enquanto Isabelle deu apenas duas mordidas em sua salada. "Eu vou primeiro então." “E-espere um minuto. Que tipo de método é a batalha? ” “Consulte o livro - o que eu sei pode não ser certo.” Seu conhecimento poderia estar desatualizado, então ele não tinha certeza se algum efeito colateral estranho ocorreria. Frey deixou o refeitório, a convicção por trás de seu olhar desconcertou Isabelle.

9 visualizações0 comentário

Contate-me pelo Discord