O Grande Mago retorna após 4000 anos - capítulo 2

"Frey, o que é isso?" Lucas olhou para os comprimidos espalhados pela cama e respondeu. "Pílulas para dormir." “Não foi isso que eu quis dizer. O que eu quero saber é- ” “Engolir cinco faria você perder a consciência, enquanto dez colocaria sua vida em risco. Estou ciente do que você quer falar, professor. ” “…” Dio ficou surpreso. O tímido Frey que ele conhecia nunca o cortaria. Além disso, o timbre de sua voz era muito mais poderoso do que ele conseguia se lembrar. "Lamento ter feito você se preocupar, mas isso não vai acontecer." Sua voz era firme, uma qualidade não encontrada no Frey original. Dio ficou confuso, mas logo deu um palpite. 'Foi um grande despertar?' Talvez ele engoliu as pílulas e chegou à beira da morte, apenas para sobreviver pela vontade dos céus. Ele deve ter passado por uma série de mudanças internas. Se um estranho ouvisse isso, eles objetariam com fervor. Mas, por mais raro que seja, alguns mágicos ganharam força depois de passar pelo véu da morte. Além disso, elevar o nível de magia de uma estrela mais alto também resulta no fortalecimento de seu poder mental. Quanto mais pensava nisso, mais acreditava que era verdade. A realidade era diferente, mas a mente de Dio estava definida. "Vou precisar recuperar os comprimidos." "Sim senhor." Lucas pegou pessoalmente os comprimidos espalhados pela cama e os entregou a Dio. Pegando-os, ele acenou com a cabeça. - Frey, não vou perguntar como você conseguiu tantos comprimidos para dormir. No entanto, lembre-se de que não posso permitir esse tipo de comportamento duas vezes. ” "Eu entendo, senhor." Dio pretendia sair com essas palavras, mas ele virou a cabeça e acrescentou. “Parece que algo fortuito aconteceu. Parabéns." Lucas assentiu com uma expressão insegura. "Obrigada." “Mas certifique-se de pular a sessão de treinamento prático amanhã à tarde.” "O que você quer dizer?" Foi realmente uma pergunta honesta para Lucas, mas a expressão de Dio ficou rígida como se ele pensasse que estava tentando fingir inocência. “Você não acha que será capaz de derrotar David só porque subiu na classificação, não é? Ele é conhecido por ser um excelente mágico de 3 estrelas. Você não será capaz de fazer como está agora. ” “…?” "Vou dizer ao professor encarregado da aula da tarde, então vá para a cama cedo." Dio se despediu com essas palavras. Lucas se lembrou da ameaça de David. "Vou deixá-lo meio morto na sessão de treinamento prático de amanhã." "Bastardo da Casa Blake!" “Hahaha! Você pode esperar por isso! ” Uma morena gargalhada desdenhosa veio à mente. Seu nome era David Stonehazard. Quando ele se lembrou do rosto de David, o suor acumulou-se em suas palmas. Frey estava assustado. Mas o medo logo desapareceu sem deixar vestígios; sua identidade como Lucas o proibia de ter medo de um pirralho tão pequenininho. “Sessão de treino de amanhã.” Lucas não estava preocupado. Havia uma montanha de trabalho a ser feito à sua frente. Em comparação, o problema de uma criança como David não valia seu esforço. Decidindo sair primeiro, ele abriu a porta e saiu do dormitório. Lucas respirou fundo, o ar fresco da noite permeando seus pulmões. Tinha um odor desagradável. As memórias de Frey permitem que ele saiba exatamente onde ele está. 'Os dormitórios dos estudantes.' Era o pior dormitório entre eles. Por estar perto de um depósito de lixo e um estábulo, o ar cheirava mal. Pior ainda, demorava cerca de 20 minutos para caminhar até o prédio principal. Como resultado, havia menos de 10 pessoas morando no grande espaço. Lucas examinou seus arredores e encontrou uma área onde o mana estava densamente concentrado. Não foi preciso muito esforço, pois a área em questão era o quintal do dormitório. Era um lugar dificilmente visitado por outras pessoas e quase não foi tocado. Conseqüentemente, o mana natural próximo foi preservado até certo ponto. 'Mas que pena ...' Lucas pensou nos lugares em que treinava no passado. Geleiras nas quais nenhum ser humano pôs os pés, rios de lava fluindo e picos que pareciam perfurar os céus ... Todos eram áreas naturais que lhe permitiam sentir o mais puro mana. Lamentavelmente, ele sabia que, como estava agora, não poderia chegar perto dessas áreas sem perder a vida. "Não vamos ser impacientes." Lucas murmurou para si mesmo. A paciência deve ser exercitada exaustivamente. Não apenas isso, era crucial que ele permanecesse equilibrado, sem nunca perder de vista a raiva que o movia. Fechando os olhos, ele começou a se concentrar firmemente. * * * O que Lucas estava praticando era a técnica de treinamento mais básica chamada assimilação. O objetivo era se tornar um com a natureza por meio da imersão. Foi seu ex-amigo, Schweizer Straw, que idealizou esse método de treinamento. Lembrar dele deixou Lucas um pouco nostálgico. A característica mais distintiva dessa prática era que o efeito variava muito, dependendo da disciplina mental do aluno. No passado, quando Frey fazia esse treinamento o dia todo, o mana que ele conseguia concentrar era apenas um punhado de pó. Lucas, por outro lado ... “…” O sol subia constantemente no horizonte. Mesmo assim, Lucas não se moveu um centímetro e manteve sua postura. Ele abriu lentamente os olhos, que transbordavam de uma aura azul celeste. Para um observador, teria sido uma visão surpreendente. A energia cerúleo que era claramente visível à primeira vista era a manifestação de mana. A concentração inebriante era uma prova inequívoca de alcançar cinco estrelas. "Uau!" Lucas vomitou uma massa de matéria estranha. A substância negra pútrida fedia. Em pouco tempo, líquidos semelhantes começaram a escorrer dos poros de todo o corpo. Foram as impurezas acumuladas neste corpo desde que Frey nasceu. Para mover o mana com mais eficiência, eles precisavam ser eliminados primeiro. A velocidade do movimento aumentaria drasticamente apenas com essa purga. Além disso, o corpo agora pode ser coberto com mana mais facilmente, tornando possível se envolver em uma batalha feroz com capacidade de manobra suficiente. “Ugk…” Por cerca de uma dúzia de minutos, Lucas sentou-se e cuspiu uma quantidade de líquido negro tão grande que era impensável ter vindo de um corpo tão pequeno. Depois de terminar, ele suspirou com um olhar satisfeito. Embora cheirasse horrível e suas roupas estivessem encharcadas com a substância negra, ele estava cheio de vigor. Olhando para a massa de impurezas que deixou seu corpo, Lucas murmurou. "Os vasos sanguíneos desse cara foram bloqueados tão severamente que é anormal." Era quase inacreditável que ele fosse filho de uma renomada família de mágicos. Seus vasos sanguíneos estavam fortemente obstruídos e sua sensibilidade era desesperadora. “… Embora impurezas tão grandes não possam ser naturais.” Ele não sabia dizer se alguém estava envolvido nisso. Não era improvável, pois Frey tinha uma lembrança perdida de sua infância. "Hmm…" Ele decidiu deixar seus pensamentos de lado por enquanto. Em qualquer caso, Lucas teve sucesso em elevar seu poder à quinta estrela. Magecraft colocado dentro do reino da mente, não do corpo. Embora fosse óbvio que os dois não podiam ser separados inteiramente. No entanto, enquanto ele se lembrava de si mesmo como o Grande Mago Lucas Traumen, era apenas uma questão de tempo antes que ele recuperasse sua posição original. Ele tinha certeza de que o tempo seria muito reduzido. 'Mas agora, cinco estrelas é o limite.' O corpo de Frey poderia desabar se ele fosse muito precipitado. Como ele poderia desperdiçar este corpo tão em vão? Lucas balançou a cabeça e acenou com as mãos. Um estrondo alto ecoou. Naquele momento, o solo foi arrancado e a sujeira subiu da terra. Transient Spear! Era um feitiço avançado que apenas magos 5 estrelas ou superior podiam usar com facilidade. Frey pegou um pouco do solo revolvido e mascarou as impurezas de seu corpo. Ainda havia um fedor terrível, mas ninguém iria estranhar, já que ele residia perto do depósito de lixo. Ele então voltou para o dormitório, já que a limpeza de seu corpo tinha prioridade. Ainda era madrugada e nem muitos moravam lá, então ele pôde se lavar sozinho. Quando Lucas terminou, ele começou a vestir seu uniforme de estudante. Vendo seu rosto refletido no espelho empoeirado, ele murmurou. "Bem, você tem um rosto muito bom." Lucas disse isso sem rodeios, mas na verdade sua aparência havia mudado muito durante a noite. À medida que as impurezas de seu corpo eram removidas, sua pele ficava úmida enquanto seus olhos brilhavam. Até seu cabelo despenteado agora era tão sedoso quanto o de um nobre. Frey não era feio para começar. Em vez disso, ele era incrivelmente bonito. No entanto, o Frey de costume sempre se encolheu com as costas curvadas, os ombros encolhidos e a cabeça baixa. Mas agora ele estava diferente. Sua cintura e ombros eram retos e seus olhos sempre trêmulos eram firmes. No geral, a impressão que ele deu mudou notavelmente. A aparência de Frey agora brilhava como se um diamante em bruto tivesse sido completamente polido por meio de um trabalho manual persistente. Tanto que os alunos que o conheciam não o reconheceriam facilmente. Nesse sentido, Lucas era indiferente. Ao terminar de se trocar, percebeu que tanto seu estômago quanto sua garganta doíam dolorosamente, evidência de que precisava de sustento. Sua sede de mana foi saciada, então agora seu corpo ansiava desesperadamente por uma refeição. Ele queria comer. Qualquer coisa serviria. Ele só queria mastigar, engolir e beber. "A cafeteria fica no prédio principal." Ele foi direto para o refeitório. Era de manhã cedo, então havia apenas algumas pessoas presentes. No passado, ele preferia refeições tranquilas, mas depois de 4.000 anos preso em um espaço sem nada, mais silêncio do que o necessário era desconfortável. O zumbido baixo atual estava certo. O barulho dos utensílios de jantar, o zumbido da cozinha movimentada e o rugido baixo da conversa dos alunos criaram uma atmosfera tranquila. Pão de trigo e sopa quente. Algo tão simples fez com que as lágrimas brotassem dos olhos de Lucas enquanto ele comia. 'Delicioso.' Era sua primeira refeição em 4.000 anos, então ele provavelmente teria uma reação semelhante mesmo se mastigasse ervas daninhas à beira da estrada. Lucas tomou a sopa com cuidado, como se fosse a melhor que já havia comido. A comida no refeitório da Westroad Academy comoveu-o profundamente, fazendo jus à sua reputação estelar. Com um suspiro, ele terminou sua refeição. Lucas queria fechar os olhos e mergulhar na felicidade persistente da saciedade, mas não podia pagar por isso. Ele rapidamente recuperou seus sentidos e se dirigiu para a sala de aula onde sua primeira aula aconteceu. A razão pela qual ele queria assistir às aulas era simples. "Falta o conhecimento de Frey." Como gostava de estudar, ele tinha um pouco mais de conhecimento do que seus colegas, mas ainda era como um sapo em um poço. Lucas precisava descobrir como o mundo atual funcionava. Nesse sentido, sua posição como aluno da academia era perfeita. Ele pretendia usar seu status atual ao máximo até que pudesse entender a situação e reunir informações suficientes. Lucas decidiu viver como Frey por enquanto. 'É isso.' Ele abriu a porta da sala de aula e entrou não como Lucas, mas como Frey.

4 visualizações0 comentário

Contate-me pelo Discord