Isekai Tensei Soudouki - Vol 1 - Prólogo(Parte 2): Alma Reencarnada

Atualizado: 21 de set. de 2021

Tradutor: Reik


Na região oriental do Reino de Mauricia , correndo ao longo da fronteira compartilhada com o Reino de Haurelia, havia uma vasta área de floresta. Toda a área pertencia à família do Conde Cornelius.


Esta área tinha poucas terras agrícolas, mas em troca era abençoada com florestas inesgotáveis ​​e recursos minerais. Também era abundante com fontes de água.


No entanto, devido ao seu destino geopolítico por estar localizado na fronteira, os gastos militares consumiram completamente a situação financeira do Conde. A Casa era pobre e não tinha nenhuma margem de manobra financeira.


O atual chefe da Casa Cornelius, Ignis, tinha 35 anos. Ele estava no auge de sua vida.


Em sua juventude, ele ganhou fama de mulherengo devido à sua boa aparência. Ele era bem conhecido até na capital real devido aos seus casos de amor. No entanto, ele encontrou seu destino quando tinha 23 anos.


O nome desse destino era Maggot── um mercenário de todas as coisas possíveis.


Naquela época, o relacionamento com o Reino de Haurelia piorou. Um confronto militar em grande escala aconteceu na fronteira. Maggot foi contratado para lutar ao lado do exército do território Cornelius nessa batalha.


Com seu cabelo prateado esvoaçante, olhos violetas e, acima de tudo, sua técnica de lança e magia anormal de fortalecimento corporal, que era incomparável, ela se destacou mais do que qualquer outra pessoa naquele campo de batalha, como se fosse uma flor desabrochando.


Ignis foi capaz de aumentar as suas conquistas ao destruir o exército do Marquês Selvi, que deveria ser chamado de força principal do Exército de Haurelia, bem como derrubar o veterano Comandante-Chefe do inimigo, tudo graças a ela.


Luz Prateada Maggot.


Apenas ao ouvir esse nome, o Exército do Reino de Haurelia estremeceria de medo como se encontrassem o próprio diabo.


Essa mulher iria para um novo campo de batalha quando a disputa chegasse ao fim. Quando o lado de Haurelia ouviu isso, eles receberam a notícia com as mãos levantadas em aplausos. Havia até pessoas que queriam usar essa chance para convidá-la para seu próprio exército.


Por outro lado, Mauricia também desejava de alguma forma mantê-la em seu próprio exército regular, mas a ação de Ignis foi além das expectativas circundantes.


"Por favor, case comigo."


Maggot duvidou da sanidade de Ignis quando ouviu o que ele disse.


Ela certamente confiava em sua própria aparência, e no passado ela também teve nobres tirânicos exigindo que ela os atendesse à noite como uma mulher em vez de uma mercenária.


Embora nem seja preciso dizer que esse tipo de nobre perderia a vida ou a masculinidade depois de fazer tal exigência.


No entanto, ela nunca sonhou que um nobre pediria sua mão em casamento tão descaradamente como este. Mesmo para a fora da norma Maggot, essa proposta foi totalmente inesperada.


O Reino Mauricia era um país que respeitava os direitos dos plebeus, mas mesmo assim ainda existia uma parede inviolável entre nobres e plebeus.


Sem falar no caminho sangrento de um mercenário que ela havia trilhado até agora. Nem mesmo em seus sonhos mais loucos ela pensou que haveria um nobre idiota que pedisse sua mão em casamento.


Mas, na realidade, era sem dúvida um fato que Ignis estava apaixonado por Maggot.


Ele havia se apaixonado por ela desde o instante em que deu uma olhada na figura de Maggot correndo pelo campo de batalha.


Além disso, naquela época havia surgido a necessidade de manter Maggot no território Cornelius, então Ignis também aproveitou essa situação. Essa era a verdade da questão.


É claro que, como consequência, seus parentes e empregados o criticaram fortemente por sua decisão. Além disso, a reputação da Casa Cornelius dentro da sociedade nobre também havia se tornado a pior.


O sangue nobre exaltado iria se misturar com o sangue de um mercenário de origem desconhecida. Com esse estado de coisas, no futuro a Casa Cornelius seria definitivamente mantida em uma posição inferior dentro da alta sociedade do Reino Mauricia.


E, no entanto, Ignis ainda propôs um casamento para Maggot, mesmo que ele tivesse que enfrentar tal perigo. Tal fato fez Maggot sentir algo também. No entanto, ela era completamente incapaz de se imaginar se estabelecendo como a esposa de um nobre.


Assim, ela fez uma proposta única para Ignis.


Foi o que mais tarde seria chamado de “A Caça do Casal Cornelius”.


Foi uma competição de habilidade de caça. Quem caçasse menos teria que fazer o que o vencedor pedisse.


A força irreal de Maggot ofuscou Ignis, mas ele também era um militar muito conhecido por sua bravura. Dizia-se que não havia ninguém na ordem dos cavaleiros que pudesse rivalizar com ele.


Os dois realizaram a caçada com uma ferocidade que exterminou quase todos os animais da floresta, mas algo inexplicável aconteceu ao anoitecer, quando o sol estava prestes a se pôr.


A flecha de Maggot que nunca havia errado até aquele momento, falhou em acertar seu alvo.


Até então o número de animais que os dois caçavam era o mesmo. Não havia dúvida de que obter uma vantagem em número neste momento era vantajoso com o pouco tempo que restava.


Ignis disparou sua flecha em alto astral. Mas sua flecha também errou por pouco e caiu na grama.


Eles atiraram novamente, uma flecha cada. Mas, inacreditavelmente, desta vez suas flechas desviaram-se uma da outra e voaram na direção errada.


Isso era algo que deveria ser impossível para aqueles dois que ostentavam grandes proezas militares.


Maggot e Ignis sentiram que esse acontecimento foi uma revelação divina. Afinal, os animais que eles tinham como alvo eram um par de pássaros acasalados.


Os céus estavam dizendo aos dois para se casarem - eles inconscientemente acreditavam nisso.


Uma vez tomada a decisão, eles a executaram com uma condizentemente com seu caráter militarista.


Eles reprimiram os parentes que levantaram objeções, praticamente os ameaçando. Eles trouxeram, ou melhor, sequestraram um arcebispo da capital real e realizaram um grande casamento.


Além disso, devido às conexões de Maggot de seu tempo como mercenária, até o próprio Rei compareceu ao casamento. Efetivamente, tornou-se impossível para qualquer pessoa levantar objeções ao casamento dos dois.


Assim, Maggot tornou-se oficialmente esposa do Conde Cornelius e deu à luz um menino no ano seguinte.


Era um menino bonito que se parecia com Ignis (que estava completamente dominado por Maggot agora) no sentido de que ele poderia fazer muitas mulheres chorarem no futuro.


A criança foi nomeada Balud.

1 visualização0 comentário

Contate-me pelo Discord