Isekai Tensei Soudouki - V1-C1 (Parte 6): Trapaça nos Assuntos Domésticos, Comece!

Atualizado: 21 de set. de 2021

Tradutor: Reik


Balud olhou para si mesmo com vergonha, envolto em uma roupa formal que parecia um smoking branco. Seyruun parecia satisfeita com o resultado, mas ele mesmo não pôde deixar de sentir que havia muitas decorações em sua roupa.


O general Sanai dos Estados Combatentes preferia usar trajes vistosos, mas no final isso se limitou apenas ao campo de batalha. Normalmente, ele sempre se vestiria com simplicidade.


Da perspectiva da outra vida anterior de Balud, Masaharu, sua aparência atual não parecia nada diferente de seu amigo que estava fazendo cosplay no Cais de Harumi.

Falando do vestido formal para Masaharu, que era um estudante normal do ensino médio, seria apenas o blazer da escola.


「…… Não pode ser evitado. Este também é o dever de um nobre. 」


Baldr soltou um grande suspiro e se decidiu antes de começar a caminhar em direção ao palco onde os convidados olhando.


「Não posso expressar o quanto estou grato a todos aqui que nos agraciaram com sua presença hoje para o bem de nossa família. Estamos dando uma festa para apresentar nosso filho mais velho, Balud. Pessoal, espero que continuem nos honrando com sua amizade de agora em diante. 」


Balud esperou pelo sinal de Ignis e entrou no palco do segundo andar, que tinha a forma de uma varanda.


**


「……Permita-me apresentar-me. Eu sou o único filho da Casa Cornelius, meu nome é Balud Cornelius. Embora incompetente, para não manchar o nome de nossa família, arriscarei minha vida se for necessário me tornar o escudo deste reino e proteger o povo junto com meu pai. Aqui e agora, juro a todos que nunca vou exibir nada de feio na batalha. 」


**


Quando Balud voltou a si, percebeu que Ignis o observava com a boca aberta.


(Droga! Eu estava muito nervoso e falei exageradamente como Sanai ...!)


Maggot estava apontando para ele há algum tempo, enquanto segurava seu estômago de tanto rir. Ó mãe, não era assim que uma mãe deveria agir com seu filho, não era?


「Hmph, é apenas Balud, mas ele agiu de maneira atrevida.」


Teresa murmurou com um bufo.


「Não vou te dizer para seguir esse exemplo, mas é assim que um nobre adequado deve ser, Teresa.」


「Até eu posso dar esse tipo de discurso se for agora ...」


A apresentação de Teresa foi quando ela tinha seis anos.


Mesmo quando sua idade foi levada em consideração, ela ainda não queria reconhecer o quão esplêndido seu amigo de infância rival parecia.


Teresa ficou amuada com as bochechas inchadas. Mattis teve um pensamento bobo de como ela estava sendo bonita. Ao mesmo tempo, ele também se sentia derrotado em relação a seu melhor amigo na questão de criar filhos.


Antes da festa, corria um boato sobre Balud de que talvez ele tivesse nascido com uma constituição fraca e talvez até com uma deficiência inata. Mas seu discurso magnífico agora fez o salão se encher de agitação.


Mesmo assim, a maioria dos nobres presentes pensava que o discurso de Balud estava apenas seguindo o roteiro que havia sido preparado de antemão.


Mesmo para um nobre a quem desde muito jovem se exigia responsabilidade e autoconsciência, não parecia possível que uma criança de onze anos pudesse falar assim, como era de se esperar.


**


「É uma exibição esplêndida.」


「Parece ser um filho com boas perspectivas de futuro.」


「A Casa Cornelius também pode estar aliviada por enquanto com isso.」


「Hmph, espero que isso não seja apenas um mero show.」


**


Entre os convidados também havia aqueles que não conseguiam apagar seu preconceito em relação à Casa Cornelius, mas a avaliação dos convidados em relação a Balud foi favorável em geral.


No entanto, Mattis e Ramillies perceberam que o discurso de Balud não foi algo que Ignis preparou para ele.


Principalmente o velho general Ramillies, ele estremeceu ao sentir a presença de Balud por um instante.


Ele percebeu esse fato como alguém que sobreviveu aos campos de batalha por muito tempo. Ele reflexivamente olhou para Maggot.


Ele achava que era muito rápido fazer uma criança experimentar algo assim.


**


Era a experiência── de matar um humano.


**


Não importava o quão jovem e infantil ele parecesse na superfície, não importava mesmo se não houvesse mudança em sua atitude, definitivamente haveria uma mudança por dentro quando um homem matasse outro.


Os humanos eram esse tipo de criatura.


Balud não parecia um menino que cometeria assassinato apenas por diversão, mas pelo menos deveria haver uma ferida esculpida no coração de Balud que não desapareceria por toda a vida.


Para quem vivia com as artes marciais, matar um humano era uma experiência que viria mais cedo ou mais tarde, era uma provação. Humanos que não podiam matar outra pessoa não seriam capazes de se tornar um guerreiro, não importa o quão habilidosos eles fossem.


Portanto, uma parte da nobreza tinha o costume de fazer seus filhos executarem a pena de morte.


Mesmo assim, Ramillies nunca ouviu falar de algo tão imprudente como obrigar uma criança de onze anos a fazer isso.


「Eu juro que nunca faria aquela criança fazer algo assim. Mesmo eu não sei quando aquela criança se formou na virgindade. Embora eu ache que foi de cerca de dois anos atrás. 」


Maggot notou o olhar de Ramillies e encolheu os ombros com um sorriso malicioso.


Dois anos atrás, as memórias de Sanai e Masaharu ainda eram caóticas dentro de Balud.


Durante esse tempo, muito provavelmente aconteceu algo que evoluiu para uma situação em que seria matar ou ser morto e a personalidade de Sanai veio à tona── esse era o palpite de Maggot.


Na verdade, o incidente com o caso de Selina foi há dois anos. Portanto, a suposição de Maggot era totalmente verdadeira.


「Você ainda é a mãe dele, não importa o que aconteça, então você deve pelo menos saber que tipo de situação foi que fez seu filho se formar pela primeira vez.」


Ramillies deixou escapar um longo suspiro com a declaração de Maggot cujo os absurdos não haviam mudado desde o passado.


Em que mundo havia uma mãe que podia ser encontrada permitindo que seu filho fizesse o que quisesse, mesmo depois de o filho ter cometido um assassinato.


O assassinato na infância pode causar um grande trauma.


Dependendo da situação, houve até pessoas que se tornaram caçadoras que tinham sede de sangue para escapar do choque de matar pessoas. Essas pessoas se tornariam incapazes de deixar o campo de batalha.


「Bem, houve uma circunstância um pouco especial. Mesmo assim, acredito que ainda consigo perceber se a espada do meu filho ficar turva. 」


Maggot sorriu com completa calma.


Embora ela possa não ser muito mãe, o ensino de Maggot não era tão inadequado que ela pudesse ser enganada.


Maggot acreditava que o motivo pelo qual Balud matou alguém não era algo que menosprezava sua própria justiça. Ela também acreditava que Balud não estava se afogando em suas próprias forças e também não estava preso na escuridão.


Embora ela também tenha ordenado um funcionário para investigar secretamente o relacionamento de Balud com Selina.


Maggot parecia realmente indiferente e relaxada ao cuidar do filho sem interferir, mas na verdade era uma mãe amorosa com uma personalidade tsundere.


「…… Meu Deus, a mãe e seu filho são muito ruins para a saúde deste velho.」


Ao mesmo tempo, Ramillies achava que era um desperdício de talento.


Como o filho mais velho da Casa Cornelius, no final Balud teria que se contentar em ser um mero senhor feudal de uma região remota.


A escala da Casa Cornelius era relativamente grande na fronteira oriental do reino, mas considerando todo o reino estava classificada em torno da 40 ª . A casa era de nível médio como um nobre de classe alta, enquanto sua influência na política pertencia ao nível inferior.


Se Balud fosse um segundo filho, Ramillies o traria imediatamente de volta com ele para criá-lo na ordem dos cavaleiros com crianças dotadas de educação especial.


**


Quando Balud terminou de dar as saudações em geral, os pequenos nobres o cercaram.


Depois que souberam que o boato sobre sua doença estava errado e que ele era na verdade um menino com boas perspectivas, ele se tornou uma existência com a qual eles desejavam ter uma conexão por todos os meios.


「Por favor, venha visitar nossa casa às vezes. Nossa casa tem uma filha da mesma idade do jovem mestre …… 」


「Acabei de comprar uma lança preciosa do comerciante regular de nossa casa, então se você puder dar uma olhada nela──」


「Que tal dar uma olhada no orgulhoso jardim de nossa casa na próxima vez? No mês que vem, será a melhor época para observar as flores. 」


Embora a Casa Cornelius fosse classificada apenas em torno do 40 º lugar, para os pequenos nobres que eram classificados muito abaixo disso, a Casa Cornelius era uma grande casa que era atraente o suficiente. Além disso, como pode ser visto em como Ignis escolheu Maggot, que era uma mercenária, como sua primeira esposa, era uma casa extraordinária que não era muito fixada no status de um nobre.


Em outras palavras, Balud era um excelente artigo que poderia levar a filha deles para ser sua primeira esposa.


Balud parecia preocupado com tantas pessoas ao seu redor, mas ele sorriu como se estivesse gostando da situação. Uma linda garota ruiva apareceu nesse momento.


Ela calmamente levantou a mão e comandou os nobres que estavam cercando Balud.


「Com licença, mas você pode, por favor, sair daqui?」


「Eei! Agora não é a hora para ... oh, não é a jovem da Casa Bradford? 」


「Quero conversar com meu melhor amigo depois de tanto tempo. Você pode, por favor, conceder este lugar para mim? 」


「S-sim ……」


Incapazes de se opor diretamente à jovem senhora de uma casa de visconde, os pequenos nobres que enxamearam Balud relutantemente abriram um caminho para Teresa.


「Fuu, eu posso finalmente respirar com isso. Muito obrigado, Teresa. 」


「Você não está ficando ainda mais atrevido depois que não nos vimos por um tempo, Balud?」


「Atrevido, você diz ... Eu não acho que agi assim.」


Suas palavras pareceram sarcásticas, mas os dois se entreolharam e riram de alegria.


**


O primeiro encontro de Teresa e Balud pode ser rastreado a quando Balud ainda estava preocupado com as três personalidades quando tinha seis anos de idade.


Naquele dia, Teresa, que era um ano mais velha que Balud, foi trazida por seu pai Mattis para se encontrar com Ignis e Maggot, que eram considerados os heróis da guerra anterior e chamados por nomes como “o par mais forte do reino”. Ela estava ansiosa por isso.


Disseram-lhe que havia um menino um ano mais novo que ela na Casa Cornelius. Quando Ignis disse a ela 「A personalidade dele é um pouco difícil, então, se possível, dê-se bem com ele」, ela estava honestamente se sentindo decepcionada.


Parecia que a fantasia que ela nutria quando criança estava se desfazendo quando lhe contaram algo parecido sobre o filho dos heróis.


No entanto, essa decepção durou apenas até que ela viu o treinamento de Maggot e Balud.


**


「O que há de errado? Você vai morrer se relaxar, sabe? 」


『...... Meu Deus, que mãe incrível você é.』


O pequeno Balud falou palavras desconhecidas enquanto se esquivava da lança de Maggot que o estava atacando rapidamente com uma diferença muito fina.


Eram estocadas em alta velocidade que poderiam causar à morte se Balud cometesse um único erro - o nome Luz Prateada Maggot* não era apenas um exagero, de forma alguma.


N.T.: *Larva


Pelo que Teresa viu, a velocidade da lança parecia ainda mais rápida do que os golpes de Mattis.


E ainda assim Balud continuou a se esquivar de todos eles. Quão forte ele poderia ser para fazer isso?


**


「Isso mesmo! Recuar diante de uma lança é suicídio! Saiba que o seu caminho para viver é apenas avançando! 」


『O que há com este jogo impossível! Dê-me alguma trapaça! 』


Balud gradualmente fechou sua distância com Maggot usando apenas seu pequeno corpo que ainda não conseguia nem usar magia. A ponta da lança o agrediu sem piedade.


Mesmo assim, quando ele finalmente se aproximou até uma distância onde parecia que ele poderia pular no peito do oponente, a lança de Maggot que estava apenas estocando até agora varreu horizontalmente e explodiu no corpo de Balud.


「Yosh, chega por hoje!」


Maggot sorriu de satisfação. Balud fez um sinal de positivo com o polegar, mesmo enquanto seu corpo estava tendo convulsões intermináveis.


O significado daquela pose era desconhecido, mas o rosto de Balud era o de um homem entre os homens que havia conquistado algo. Por algum motivo, Teresa ficou realmente irritada ao ver isso.


Ao mesmo tempo, também parecia que seu orgulho, que estava ficando um pouco grande devido a ser elogiada por ser mais talentosa nas artes marciais do que seu irmão mais novo, estava despedaçado.


Foi assim que Teresa se interessou por Balud. A chance de ter um amigo da mesma geração que também se destacou nas artes marciais chegou para ela pela primeira vez.


(Interessante. Não há como eu não conseguir se Balud conseguiu.)


Desde então, Teresa tornou-se amiga de Balud. Ela pode ser sua única amiga que também era uma grande companheira nobre.


Embora em contraste com a expectativa de Mattis, no final o relacionamento deles nunca ultrapassou a categoria de amigos.


Porque──


**


「Yaa Seyruun. Você ficou ainda mais bonita depois que não nos vimos por um tempo. Você ainda não decidiu vir para a minha casa? 」


「Obrigado por suas amáveis ​​palavras, Teresa-sama. Mas, eu serei a empregada do jovem mestre Balud para sempre. 」


「Que fria ... então, pelo menos, vamos nos divertir juntos em um encontro momentâneo esta noite.」


「Por favor, pare com as piadas ...」


Seyruun curvou-se com uma postura elegante, então ela imediatamente se escondeu atrás de Balud.


Balud estava sendo usado como escudo, mas desta vez ele tinha que se tornar um aliado de Seyruun, não importava o que acontecesse.


「Teresa, você pode parar de tentar roubar minha adorável irmã mais velha?」


「Adorável── !?」


Por um instante a expressão de Seyruun quase se abriu em um sorriso feliz, mas ela então abaixou a cabeça para esconder seu rosto vermelho brilhante com seu cabelo castanho.


Mesmo assim, Teresa estendeu as mãos amplamente e elogiou em exagero.


「Mesmo a sua expressão tímida é tão bonita que deixará a deusa com vergonha. Você é boa demais para gente como Balud! 」