God's Eyes - Capítulo 4: Vendo o invisível

Tradutor: Ydominuss


Abrindo os olhos lentamente, a primeira coisa que Jason viu foi uma parede vazia e rachada que parecia extremamente suja exatamente como ele esperava.


Jason não sabia de que cor era, pois nunca tinha visto nenhuma cor antes, mas a cor parecia velha e em algumas áreas estava estufada.


A sala em si era de uma única cor monótona, embora parecesse que era menor do que ele havia imaginado.


Nos últimos dias, Jason pesquisou muito sobre os sentidos dos humanos com a ajuda da IA ​​de seu smartphone, pois queria verificar se seus olhos funcionavam bem após despertá-los ou não.


Ele percebeu que algo não estava normal, pois ele podia ver algo que estimou ser o fluxo de mana que antes só sentia.


Jason só tinha certeza de que era o fluxo de mana quando ele o viu fluindo por ele e a sensação que sentiu era a mesma com a qual Jason estava mais familiarizado.


Ele foi capaz de ver o fluxo de mana!


Isso era algo que um humano médio não poderia fazer ... pelo menos foi o que a IA disse a ele.


Cheio de entusiasmo, Jason saiu do quarto, desceu correndo as escadas e saiu do prédio o mais rápido possível, apenas para ver que já estava escuro lá fora, com algumas lâmpadas na rua, iluminando as ruas sombrias.


'Esta escuridão é a noite? Já é tão tarde ?? Que pena ... 'Jason pensou visivelmente frustrado.


Ele se sentiu um pouco para baixo porque não poderia explorar a cidade agora, mas não importava, como ele conseguiu ver de qualquer maneira.


Jason ainda foi capaz de andar pela cidade no dia seguinte, já que o tempo era o que ele tinha mais do que suficiente.


Olhando para seu telefone e percebeu um conjunto de números em uma fonte branca.

Ele não conseguia ler os números, mas a IA lhe disse que horas eram.


' Sim, já é noite!' no entanto, Jason estava animado.


Foi a primeira vez que viu algo e tudo parecia interessante.


Pulando como uma criança pequena, foi a primeira vez em anos que ele estava feliz e sem preocupações.


Ele amadureceu mais rápido do que a maioria dos jovens e Jason já estava pensando como um adulto responsável.


As preocupações com seus exames desapareceram com a visão de luzes, edifícios e até mesmo seu smartphone enquanto ele ficava ainda mais feliz.


Mas ele precisava se acalmar, pois já passava da meia-noite e ele não queria chamar muita atenção.


Voltando ao seu quarto, ele inspecionou cada peça da mobília dentro do prédio, mas suas descobertas foram um tanto decepcionantes, já que todo o prédio parecia velho e marcado pelo fluxo do tempo.


Havia apenas móveis velhos e esfarrapados.


Mesmo que fosse novo para Jason, ainda parecia um pouco nojento.


Jason finalmente entendeu porque o preço de seu quarto era tão barato em comparação com os outros quartos que ele olhou antes com a ajuda da IA ​​de seu smartphone.


Ele se deitou na cama e decidiu pesquisar por paisagens e cores online, para entender qual nome era atribuído a cada cor, já que ele estava muito animado para dormir agora.


Horas se passaram e Jason caiu em um sono profundo com um sorriso brilhante no rosto.


Acordando depois de algumas horas de sono, Jason se lavou, vestiu uma roupa diferente e saiu em passos rápidos.


Antes de dormir, ele havia pesquisado muitas paisagens e feras para saber como eram algumas delas.


Jason também pesquisou informações sobre raças estrangeiras que invadiram Argos há 300 anos e ficou surpreso ao ver a aparência delas.


Alguns deles pareciam quase semelhantes aos humanos na opinião de Jason, apenas algumas pequenas diferenças como cor da pele, partes do corpo e assim por diante eram indicadores de uma raça diferente, enquanto outras raças eram completamente diferentes da humanidade com sua aparência dissuasiva.


Uma raça em particular saltou à vista de Jason com sua altura de quatro metros, quatro pernas musculosas, a parte inferior do corpo estava coberta por escamas pretas, a parte superior do corpo era ligeiramente diferente com todos os tipos de rostos deformados horripilantes emplastrando-o.


A cabeça era a única coisa comparável às características faciais humanas, mas seus olhos eram de um lagarto, enquanto uma armadura de osso cobria seus seis braços.


Cristais se destacavam de suas costas, que eram os estoques de mana da raça.


Isso era quase tudo que o público sabia sobre esta raça, exceto seu nome.


Essa raça foi chamada de Gallier e foi uma das raças inteligentes invasoras mais perigosas, pois coletava e reciclava os cadáveres que matava.


Felizmente não havia muitos deles, mas Jason ainda estava horrorizado e era hora de ele ir ao banheiro antes de querer sair.


Saindo para um passeio dentro da cidade, Jason se concentrou principalmente nas pessoas ao seu redor, com roupas caras ou baratas, maquiagem, expressões faciais e muitos outros detalhes que ele finalmente conseguiu ver.


Foi interessante ver as diferentes composições.


Pessoas de aparência rica tinham uma expressão facial confiante e as costas retas, enquanto algumas pessoas de aparência mais pobre andavam pelas ruas com as costas curvadas e o olhar focado no chão.


Algumas pessoas perceberam seu olhar e algumas evitaram seus olhos, enquanto outras o encararam de volta.


Jason notou isso e pensou que deveria parar de olhar para eles, pois seus olhares eram desconfortáveis ​​para ele e Jason continuou sua caminhada até chegar a um parque.


Pelo menos ele pensou que era um parque quando viu uma placa, mas obviamente não conseguiu ler.


Com a ajuda da IA, ele descobriu o que dizia a placa e era um parque como Jason pensava.


Olhando ao redor do parque, Jason percebeu que não havia muitas pessoas dentro do parque agora, mas todos que Jason viu tinham uma fera por perto.


Essas feras eram provavelmente seus elos de alma e era como se estivessem saindo para uma caminhada ou brincando juntos.


A maioria das bestas ligadas à alma que ele viu eram bastante fofas e pequenas, parecendo animais normais antes do surto de mana.


Havia muitos animais fofinhos e também alguns de aparência bonita.


Mas uma coisa era incerta para ele.


'Por que essas feras estavam irradiando cores brilhantes diferentes? '


A maioria dos animais não irradiava qualquer cor, enquanto alguns irradiavam uma fraca cor preta.


Havia até mesmo algumas feras irradiando uma cor cinza claro um pouco mais forte e Jason se perguntou o que está acontecendo.


Jason até viu uma ou duas bestas que tinham uma luz verde escura envolvendo-as e essas bestas também pareciam mais fortes do que as outras sem cor ou preto e cinza claro irradiando.


Olhar para a cor envolvente machucou os olhos de Jason depois de alguns minutos e a cor envolvida desapareceu.


Jason percebeu que era difícil para ele se ele quisesse olhar para as cores radiantes.


Depois que essas cores desapareceram com a dor que se aproximava, Jason notou que o fluxo de mana ao redor dele estava repentinamente mais difícil de ver.


Ele se perguntou: 'Essas cores são indicadores da força da besta ou alguma outra coisa e por que drenam tanto da minha energia?'


Ele se sentiu fraco e demorou algum tempo antes que pudesse ver o mana fluir novamente sem qualquer obstrução.


Jason percebeu que seus olhos podiam olhar infinitamente para o fluxo de mana como se fosse normal, enquanto as cores radiantes de feras drenavam parte de seu mana.


Era como se seus olhos tivessem um efeito passivo de olhar para o fluxo de mana enquanto era uma 'habilidade' ativa ver essas cores como em um jogo.


Ele tinha ouvido muitas coisas sobre jogos, já que ouvir transmissões de jogos era interessante por um bom tempo, até que percebeu que perdia muito tempo sem reunir mana em seus olhos.


Jason experimentou essa teoria e percebeu que era realmente o caso.


Subconscientemente, Jason pode ativar e desativar sua habilidade de ver as cores radiantes de feras.


A dor que seus olhos tiveram que suportar diminuiu perceptivelmente e Jason reabasteceu a energia perdida com um suprimento constante de mana.


Seu controle sobre o mana era superior em comparação com seus pares porque ele tinha uma proficiência de quase 10 anos com movimentos precisos para não machucar seus olhos. Além disso, seus sentidos eram extremamente distintos, acrescentando outra razão para seu controle de mana superior.


Um movimento errado com seu mana e ele teria quebrado o mármore que ele felizmente não fez.


Sua mãe apenas disse a ele que ele tinha que ter cuidado e Jason sempre a ouviu.


Vendo essas bestas ligadas à alma, Jason foi lembrado de que faltavam apenas 5 dias para os exames finais e ele decidiu ir para casa.


Ele percebeu um problema específico.

8 visualizações0 comentário

Contate-me pelo Discord