God's Eyes - Capítulo 77: Pagode das Bestas da Cidade Cyro

Tradutor: Ydominuss


Jason se sentou dentro da nave a caminho do Pagode das Bestas com a excitação brilhando em seus olhos.


Parecia que horas se passaram e o tempo parecia ter parado quando Jason finalmente chegou ao seu destino, apenas 25 minutos depois.


O pagode das bestas era muito mais grandioso do que o anterior, e o próprio pagode tinha sete camadas, enquanto duas eram usadas para incubação.


Quanto às outras cinco camadas, animais de todos os tipos as habitavam.


Enquanto Jason estava fascinado com as flutuações de mana que ele podia sentir e ver ao redor, ele caminhou lentamente em direção ao grande portão que foi aberto assim que ele entrou na frente dele.


Havia um atendente esperando por ele parecendo extremamente feliz em ver Jason, o que o surpreendeu um pouco.


O que Jason não sabia era que esse jovem atendente era responsável apenas pelo primeiro andar em seus primeiros anos e já faz algum tempo que alguém marcou uma consulta para o primeiro andar.


O talento inato para o despertar da alma para a maioria dos jovens na Cidade Cyro era pelo menos uma energia da alma de 11+ unidades, o que era suficiente para amarrar uma besta Desperta.


Além disso, mesmo que a energia da alma fosse menor, seria preferível praticar a técnica Inferno Celestial por alguns meses, a fim de alcançar a soleira e se aventurar diretamente no segundo andar do Pagode das Bestas ou formar um elo de alma com uma besta em potencial capturada pelos comerciantes de feras, pois seu serviço era mais rápido e confiável do que o do Pagode das bestas.


Jason passou pelo portão aberto e o atendente correu até ele.


"Olá, senhor. Presumo que seja Sr. Stella, certo?"


O atendente cumprimentou e perguntou esperançoso.


Jason respondeu com um aceno de cabeça enquanto os olhos do atendente se iluminaram.


"Siga-me por favor, Sr. Stella"


A mansão era grande e mais de 10 minutos se passaram até que eles alcançaram o primeiro andar com feras Selvagens dentro.


Durante esses 10 minutos, o atendente fez várias perguntas que eram importantes para um vínculo espiritual e Jason respondeu da melhor maneira possível.


Uma das perguntas, por exemplo, era com que tipo de besta Jason queria formar um elo espiritual e em que rank a besta deveria estar.


Essa pergunta era o que Jason não tinha certeza.


Agora, ele tinha escolhido uma certa direção que seu elo espiritual deveria estar, mas ele não tinha certeza que tipo de espécie o Pagode das Bestas da Cidade Cyro tinha e se Jason era capaz de firmar um contrato com ela.


Agora ele queria testar a teoria da pureza muito mais do que qualquer outra coisa.


Para estar seguro e testar a teoria com o fruto Baruci branco Sagrado o mais seguro possível, Jason queria firmar um contrato com uma besta que possuísse uma alta resistência.


Infelizmente, a energia inata da alma de Jason só permitiu que ele prendesse uma besta abaixo do rank Selvagem de quatro estrelas, o que atrapalhou seu plano até certo ponto.


Mas firmar um contrato com uma fera Selvagem de uma estrela também não era seguro, pois Jason não tinha certeza se uma fera tão fraca seria capaz de suportar a energia do tormento do fruto bacuri branco sagrado, que provavelmente limparia o corpo do seu novo elo espiritual.


Mesmo para os humanos, comer esta fruta era perigoso, porque iria limpar à força uma certa massa de impurezas e como Jason poderia saber se uma fera Selvagem de uma estrela poderia sobreviver a isso?


Ele também não tinha certeza se uma fera de três estrelas poderia sobreviver a isso, já que Jason não sabia o quão potente era o efeito de limpeza do fruto bacuri branco sagrado.


Como tal, ele teve que escolher uma fera com alta resistência e certas possibilidades de sobrevivência para passar pela limpeza.


No final, a gama de feras de Jason que ele poderia escolher tornou-se menor com cada critério em sua mente.


Ele decidiu restringir sua seleção a feras três estrelas com sua capacidade de sobrevivência e resistência.


Dizendo ao atendente os critérios de que Jason precisava, o atendente não tinha certeza do que pensar de Jason, já que os critérios nomeados eram um tanto familiares, fazendo com que ele fosse excessivamente cuidadoso com as próximas palavras.


"Não quero suspeitar de nenhuma má intenção de sua parte, mas comprar uma besta no pagode das bestas destina-se exclusivamente a vínculos de alma e não para experimentá-los."


Jason queria experimentar esta besta, mas ele não queria machucá-la ou matá-la, pois o fato mais importante era que ele queria formar um vínculo espiritual com esta besta.


Matá-la ou aleijá-la diminuiria sua destreza em combate no final, se sua alma não fosse danificada no processo como o pior cenário.


"Você não precisa se preocupar com isso. Eu posso formar um contrato de vínculo espiritual com a besta que eu escolher na frente de seus olhos se isso diminuir suas preocupações."


Ao ouvir seu cliente dizer isso, o atendente suspirou de alívio.


Ele não estava trabalhando no Pagode das Bestas por um longo tempo, mas ele já tinha visto muitos loucos no primeiro andar tentando comprar feras com más intenções.


Ouvir Jason dizer que amarraria a besta à sua frente fez com que suas preocupações lentamente acumuladas desaparecessem no ar, já que ninguém machucaria a própria alma matando ou incapacitando o vínculo espiritual peculiar.


Bem, isso foi pelo menos o que o atendente pensou.


Se ele soubesse que Jason queria testar a alimentação do elo espiritual com uma fruta mágica que limparia as impurezas de alguém à força, ele expulsaria Jason diretamente do Pagode das Bestas e o colocaria na lista negra para o resto da vida.


Já havia muita gente tentando algo assim e os resultados foram devastadores, que Jason não conhecia.


Mas esses testes não foram realizados com seriedade ou segurança.


As frutas mágicas compradas eram muito mais potentes do que as que Jason possuía e Deus sabe como os cientistas testaram essa teoria com as feras.


Na opinião de Jason, a maioria dos experimentos provavelmente alimentaria o ingrediente de limpeza na fase de crescimento da besta ou talvez eles fossem muito fracos para suportar os potentes frutos mágicos.


Jason havia feito muitas pesquisas sobre o fruto bacuri branco sagrado e não era apenas a pior fruta de limpeza mágica, mas a sua, em particular, era a mais fraca entre as mais fracas que Jason considerava boas.


Com um bom elo espiritual, definitivamente deveria ser possível para uma besta com alta resistência e sobrevivência passar pelo processo de limpeza sem receber nenhum ferimento, enquanto ajudaria de todas as maneiras possíveis.


Quando ele alcançou o piso das bestas Selvagens, Jason imediatamente ativou seu efeito de olhos de mana para examinar todos os tipos de potenciais de besta e pureza de mana, apenas para ficar desapontado.


Se houvesse alguns tesouros, Jason preferiria escolher essas feras em vez de experimentar com seu segundo elo espiritual, mas nenhuma fera tinha uma cor irradiando dela, o que deixou Jason um pouco abatido.


Agora Jason foi quase forçado a experimentar seu segundo elo espiritual, mas depois de pensar por um momento, ele ainda estava bem.


Se a pior situação ocorresse, Jason apenas alimentaria seu elo espiritual com algumas pequenas partes da fruta em vez da fruta inteira, o que diminuiria seu efeito mágico por uma grande margem.


No entanto, isso seria melhor do que matar seu elo espiritual, não é?


Havia também a possibilidade de que o efeito de limpeza fosse rejeitado por bestas, o que Jason não tinha certeza se era possível.


Mesmo assim, definitivamente valia a pena experimentar com um pequeno pedaço da fruta como aperitivo para testar a teoria.


Contanto que a quantidade fosse pequena o suficiente, uma besta altamente suportável não deveria morrer.


Algum tempo se passou e Jason foi caminhando lentamente pelos corredores, olhando para cada tipo de besta, deixando-o desapontado


Não havia um única fera que atendesse aos seus requisitos e mais de duas horas se passaram sem que ele encontrasse uma fera decente.


O atendente ficou um pouco nervoso porque os critérios que Jason nomeou eram bastante raros para os bestas Selvagens.


Pesquisando no catálogo de feras, ele também não conseguiu encontrar uma besta adequada, quando Jason de repente perguntou.


"Onde está a besta dentro deste recinto?"


Jason estava prestes a continuar sua busca quando viu um recinto vazio com uma imagem holográfica mostrando a besta que atraiu sua atenção.


Ao ver a imagem holográfica, os olhos do atendente brilharam e seu humor ficou ainda mais alto do que o de Jason quando ele rapidamente olhou para as informações sobre a besta em particular.


"Aparentemente, a besta está dando à luz, agora."


O atendente relatou e os olhos de Jason brilharam.


Anteriormente, ele queria formar um elo espiritual com uma fera três estrelas adulta selvagem e domesticá-lo se necessário, mas criar um recém-nascido seria ainda melhor, pois ele poderia facilmente domesticá-lo, enquanto a conexão de alma entre eles seria muito mais forte sem quaisquer preocupações sobre desobediência.


Jason estava de tão bom humor que correu até o atendente, perguntando.


"Assim que os filhos nascerem, posso imediatamente firmar um contrato com um?"


O atendente, surpreso com a ansiedade repentina de Jason, não sabia o que dizer, normalmente era preciso esperar alguns dias antes de poder contrair uma fera.


Se a besta que ele queria firmar um contrato pensasse em Jason como sua mãe, seria muito mais fácil formar uma conexão extremamente profunda um com o outro, que era o que todos queriam.


Pensando por um momento, o atendente lembrou-se de que não havia lei proibindo que uma fera fosse vendida logo após seu nascimento.


Só foi visto um pouco imoral.


Como tal, o atendente ligou para seu superior para pedir permissão.


Ao ver a expressão do atendente e ouvir o superior gritando com ele, Jason se desculpou um pouco.


O superior não se importou com a vida de bestas Selvagens e ficou furioso, tendo que responder a uma pergunta tão idiota.

Mesmo que Jason sentisse pena do atendente, ele ainda estava feliz por ter seu pedido aprovado.


Talvez ele fosse capaz de mudar seu plano com uma besta recém-nascida como seu segundo elo espiritual, já que poderia alimentá-la com o bacuri branco sagrado.


Se ele o dividisse em partes marginais, além das características inatas de sua futura ligação espiritual, isso seria possível.


Mas, por enquanto, isso poderia esperar, pois havia algo mais importante.


Agora era a hora de Jason pegar seu novo parceiro!

2 visualizações0 comentário

Contate-me pelo Discord