Divindade: Contra o Sistema Divino - Capítulo 67: Rosto Atrás da Máscara

Tradutor: Ydominuss


Lúcifer estava entrando cada vez mais na floresta como se soubesse para onde queria ir.

Ele caminhou por mais de meio dia e já era noite, o que tornava difícil enxergar à frente; ainda assim, ele não parecia estar tendo problemas para navegar na escuridão.

Depois de mais alguns minutos, ele foi capaz de ver a luz a alguma distância.

Não estava claro qual a expressão que ele tinha por trás da máscara, mas pelos seus olhos, não parecia que ele estava feliz.

Ele deu um passo em direção à fonte de luz e percebeu que era uma fogueira.

As pessoas estavam sentadas ao redor da fogueira e bebendo. Ele também notou uma garota que estava sentada perto. Suas mãos e pernas estavam amarradas. A garota combinava com a garota do pôster.

"Chefe, quanto tempo devemos esperar antes de enviarmos alguém para receber o dinheiro do rei em troca de sua filha?" Um dos caras perguntou enquanto olhava para o homem com a cicatriz sentado nas proximidades.

"Espere mais alguns dias. Deixe o rei sentir a dor da separação de sua querida filha por mais alguns dias. Ele imediatamente concordaria em nos pagar o dinheiro quando ele estiver desesperado", respondeu o homem da Cicatriz.

"Na verdade, o chefe está certo. Além disso, por que nos apressaríamos? Não é como se nossa filha fosse sequestrada", disse outro homem enquanto todos começavam a rir.

"Quem está aí?" Ele rapidamente olhou para trás quando ouviu o som de passos. Ele viu uma pessoa mascarada caminhando em sua direção com passos lentos.

"Quem diabos é você?" A pessoa disse enquanto olhava para Lúcifer, mas Lúcifer não respondeu.

"Mark, não fale. Mate aquele cara por invadir nossa casa."

"Sim chefe!"

O homem pegou sua espada e correu em direção a Lúcifer, mas antes que pudesse balançar sua espada, sua cabeça foi separada de seu corpo.

Lúcifer estava em seu lugar, com sua espada pesada na mão. O sangue era claramente visível na lâmina da espada.

Todos se levantaram em choque. Até os olhos da garota se arregalaram ao ver tudo.

"A-aquele cara é perigoso! Todos o ataquem juntos!" O chefe falou em voz alta.

Ele estava se sentindo como se estivesse enfrentando o maior inimigo. Ele não conseguia nem ver a espada de Lúcifer quando a cabeça de seu homem foi cortada. Depois de ver isso, ele não subestimou mais Lúcifer e enviou todos os seus homens de uma vez.

Mais de 30 pessoas correram em direção a Lúcifer ao mesmo tempo, como se estivessem famintas por seu sangue.

Apenas o chefe estava parado atrás, enquanto olhava para tudo atentamente. Ele estava um tanto esperançoso de que seus homens matariam o homem facilmente, mas ainda não conseguia acalmar seu coração. O silêncio incomum do homem mascarado era mais assustador para ele do que qualquer coisa.

A luta terminou em breve, mas os resultados não foram tão bons quanto ele esperava. Em menos de 10 minutos, todos os seus homens foram mortos. Seus corpos estavam deitados no chão, que havia ficado vermelho por causa de seu sangue.

O chefe estava parado ali, atordoado. Ele não podia acreditar no que acabou de ver. Ele se recuperou de seu torpor ao levantar a mão e disparar uma bola de fogo em Lúcifer.

Lúcifer nem parecia se importar. Ele simplesmente balançou sua espada pesada e destruiu a bola de fogo que estava vindo em sua direção com facilidade.

O chefe ficou chocado ao ver seu ataque sendo destruído facilmente. Ele ficou ainda mais assustado ao ver Lúcifer caminhando em sua direção. Ele não pôde evitar recuar lentamente, mas seus olhos nunca deixaram Lúcifer.

Como ele não estava olhando para trás, ele pisou em uma pedra e caiu no chão. Ele tentou se levantar, mas antes que pudesse se mover, ele encontrou Lúcifer parado bem ao lado dele.

"P-por favor ..." O chefe queria implorar por sua vida, mas antes que pudesse terminar sua palavra, Lúcifer brandiu sua espada e cortou seu pescoço.

A visão do chefe escureceu quando ele perdeu a vida. A última coisa que viu antes de morrer foram os olhos sem emoção de Lúcifer que o fitavam sem o mínimo de piedade.

Depois de matar todos eles, Lúcifer caminhou em direção à garota amarrada que parecia igualmente assustada.

Quando Lúcifer se aproximou da garota, ele não disse nada e apenas ergueu sua espada.

Ele golpeou com sua espada.

A garota viu a espada vindo em sua direção e fechou os olhos. Ela havia perdido todas as esperanças de sobrevivência. Uma única lágrima apareceu em seus olhos.

Alguns segundos se passaram, mas ela não sentiu a dor que esperava. Ela lentamente abriu os olhos e viu que o homem estava simplesmente parado ali. Ele tinha um papel na mão que estava mostrando a ela.

Ela também percebeu que as cordas que amarraram suas mãos e pernas foram cortadas. Ela foi libertada.

A menina leu o jornal e descobriu que era um pôster da missão publicado por seu pai.

"S-então, você está aqui para me salvar?" Ela perguntou.

Lúcifer não respondeu, mas ela já sabia a resposta agora.

"Muito obrigada por salvar minha vida", disse ela com entusiasmo enquanto se levantava e abraçava Lúcifer.

Lúcifer não parecia gostar de alguém tocando-o quando ele se libertou do abraço dela e criou alguma distância.

"Tudo bem. Vamos para o palácio. Eu vou conversar com meu pai e receber o dobro da recompensa para você", disse ela sorrindo.

Lúcifer não disse nada quando começou a andar de volta. A garota o seguiu. Ela continuou tentando iniciar uma conversa, mas Lúcifer não falava com ela.

Depois de caminharem por um longo tempo, eles chegaram à Cidade Real.

Os guardas ficaram extremamente felizes ao verem sua princesa retornar. Eles trouxeram Lúcifer e a princesa ao palácio com todo o respeito.

Em algum momento, eles se encontraram diante do rei.

"Pai!" a garota correu animadamente para ele enquanto o abraçava.

"Minha filha, estou muito grato aos deuses por você estar de volta em segurança", disse o rei com alívio no rosto.

"Ele é a pessoa que te salvou?" Ele perguntou à garota. "Sim, pai. Este bravo guerreiro matou as pessoas más enquanto me salvava. Por favor, dobre suas recompensas, pai." Ela disse com um sorriso brilhante enquanto olhava para Lúcifer.

"Haha, é claro", disse o Rei sorrindo.

"Obrigado por salvar minha filha. De qualquer forma, você é um homem ou uma mulher? Você pode tirar sua máscara e nos deixar ver? Podemos decidir sobre as recompensas apropriadamente depois disso", disse o rei.

Lúcifer apenas olhou para ele por algum tempo antes de balançar a cabeça.

Uma carranca apareceu no rosto do rei quando ele viu Lúcifer rejeitá-lo.

7 visualizações0 comentário

Contate-me pelo Discord