Divindade: Contra o Sistema Divino -Capítulo 55: Engalfinhada

Atualizado: 12 de Set de 2021

Tradutor: Ydominuss


"Sobre o que você quer conversar? O que poderia ser tão importante que a fez entrar em contato comigo?" O Arquiduque Oris perguntou com uma expressão séria no rosto.

"Eu preciso que você convoque uma reunião de todos os duques e arquiduques. Os outros só ouvirão se você entrar em contato com eles", disse a duquesa Devilia.

"Você está falando sério agora? Uma reunião de alto nível só pode ser convocada quando é uma questão de vida ou morte! O que pode ser tão importante! Você conseguiu alguma informação? Alguém está tentando nos atacar?" O arquiduque Oris franziu a testa ao dizer isso.

"Não é isso, mas de certa forma, é mais importante do que isso!" Ela respondeu.

"Mais importante do que isso? Seja honesta comigo. O que aconteceu que a deixou tão inquieta?" Perguntou o arquiduque Oris.

"Eu encontrei uma dica sobre Sua Majestade!" Ela disse com um olhar animado no rosto.

"O que!" O arquiduque Oris exclamou em choque ao se levantar.

A duquesa Devilia pôde ouvir o som de sua cadeira caindo no chão ao se levantar tão repentinamente.

'Eu esperava essa reação', ela pensou.

"Você realmente encontrou algo sobre Sua Majestade? Ele está vivo?" Ele perguntou com uma carranca. "Sim. Sua Majestade está viva e perfeitamente bem", disse ela com um sorriso satisfeito no rosto.

"Onde ele está?" Ele perguntou novamente.

"Pelo que ouvi, ele está no reino exterior. O mundo dos humanos, elfos e outros fracos", respondeu a duquesa Devilia.

"Como você descobriu isso? Você foi lá? Ou ele entrou em contato com você?" O arquiduque Oris perguntou.

"Nada disso. Eu descobri de seu jovem discípulo!" Ela explicou.

"Sua Majestade tem um discípulo?" Ele exclamou em estado de choque.

"Sim. Ele tem apenas 23-24 anos, eu acho. Ele é do reino exterior. Ouvi dizer que ele foi enviado aqui por Sua Majestade para treinar", ela respondeu de volta.

O arquiduque Oris pegou a cadeira e sentou-se novamente.

"Você tem certeza da identidade daquele menino? Ele mostrou alguma prova!" Ele perguntou com toda a seriedade.

"Ele tinha provas. Uma prova que não deixa margem para dúvidas. A prova deixa claro que ele é um discípulo de Sua Majestade", ela respondeu.

"Que prova disso? Não me diga que é uma nota manuscrita. É possível falsificar uma carta", disse o arquiduque Oris enquanto olhava para a duquesa Devilia.

"É a foice dele", ela respondeu de maneira simples.

"O que?" Ele perguntou de novo como se não tivesse conseguido ouvir.

"É a Foice Real da Lua de Sua Majestade. Esse menino tem a Foice Real! Todos nós sabemos que ninguém pode tocar na foice sem a permissão de Sua Majestade. É claro quem é esse menino", explicou ela.

"Essa é a verdadeira Foice da Lua Real? Tem certeza disso?" O arquiduque Oris perguntou com o cenho franzido.

"É real. Tenho certeza disso. Pude sentir a mesma sensação de domínio desta foice que senti quando vi a foice pela primeira vez na mão de Sua Majestade. Era como se ela estivesse declarando para mim que ainda é o mesmo rei das armas ", disse ela ao se lembrar daquela sensação arrepiante que sentiu.

"Tudo bem. Espero que você não tenha mentido para mim sobre nada disso. Vou convocar uma reunião dos nobres, e você pode trazê-lo com você. Vou te dizer a data da reunião. Está na hora também de vermos o discípulo que Sua Majestade escolheu ", disse o arquiduque Oris com um sorriso no rosto.

O espelho voltou ao normal quando a conexão foi desconectada.

"*Suspiro*, demorou tanto para convencer o velho. É bom, no entanto. Tudo está prestes a ser mudado", disse ela com um sorriso aliviado no rosto.

Ela se levantou enquanto voltava para o quarto.

Ryder e Miyali já estavam na cama. Eles estavam compartilhando a mesma cama e cobertor, mas como a cama era bastante larga, havia um metro de distância entre os dois.

Suas costas estavam voltadas uma para a outra enquanto adormeciam.

Era por volta das 2 da madrugada quando Ryder estava dormindo. Ele podia sentir um grande peso em seu corpo que o pressionava.

"Umm?" Franzindo a testa, ele abriu os olhos e ficou surpreso ao ver que Miyali estava dormindo em cima dele.

Ela era um pouco mais baixa do que Ryder, então sua cabeça estava descansando em seu peito.

'Essa garota? Ela estava preocupada que eu a molestasse, e agora ela está grudada em mim como um coala? Isso é estranho. O que um pobre garoto pode fazer quando uma garota está mentindo sobre ele assim? ' Ele pensou com um sorriso irônico no rosto.

Ele podia sentir que certa parte de seu corpo estava começando a reagir.

"*Suspiro*, essa garota está tentando me fazer cometer um crime. Eu não vou força-la, no entanto. Eu posso ser muitas coisas ruins, mas alguém que força uma garota não é uma delas", ele murmurou baixinho.

Ele virou o corpo de lado e tentou fazer com que a garota saísse de seu corpo, mas ela estava grudada nele com muita força.

Ele ainda se virou, o que resultou em ele estar em cima dela. Ele levantou o corpo, mas ela ainda não se separou. Ela colocou as mãos nas costas dele com tanta força; parecia que ela estava ganhando vida.

Ryder sacudiu levemente seu corpo e, após algum esforço, ele finalmente foi libertado. A garota caiu na cama.

Por causa do impacto, a garota acordou e abriu os olhos.

Quando ela abriu os olhos, a primeira coisa que viu foi o rosto de Ryder. Sua boca se abriu quando percebeu que Ryder estava em cima dela.

11 visualizações0 comentário

Contate-me pelo Discord