Divindade: Contra o Sistema Divino - Capítulo 48: Quest de Salem

Atualizado: 7 de Set de 2021

Tradutor: Ydominuss


"Onde está a tia?" Ele perguntou.


"Tia está em casa, fazendo comida gostosa para mim." Mark sorriu tolamente.


"Estou falando da minha tia, seu idiota!" Bastian finalmente não conseguiu suportar a estupidez.


Mark apenas olhou para Bastian confuso.


"Você está bêbado, cara. Só estou perdendo meu tempo conversando com você." Ele disse com um sorriso irônico no rosto enquanto se levantava.


Ele caminhou em direção ao escritório de sua tia, empurrou a porta, mas a porta estava trancada.


"Tia Esmi, você está aí?" Ele gritou enquanto batia na porta.


Não houve resposta por um bom tempo, mas ele ouviu alguns ruídos. Parecia que uma cadeira estava sendo movida de sua posição.


"Tia?" Ele chamou novamente.


Após 5 minutos, a porta foi aberta.


Bastian encontrou Esmi parada do outro lado da porta. Ela parecia um pouco cansada. Sua respiração estava bastante irregular.


"Bastian, entre," ela disse com um sorriso enquanto caminhava de volta para se sentar em sua cadeira.


"Ryder? O que você está fazendo aqui?"


Bastian ficou surpreso ao ver Ryder dentro. Ele estava sentado na outra cadeira.


"Ei," Ryder o cumprimentou.


"Não me olhe! O que você está fazendo aqui? Você veio para a festa aqui e nem me convidou?" Bastian deu um soco nos ombros de Ryder levemente.


"Não é isso. Eu tinha alguns negócios importantes para discutir com sua tia", Ryder respondeu com um sorriso irônico no rosto.


"Que negócio? Você está entrando no clube? Precisa de dinheiro? Posso te dar algum se precisar, cara." Bastian disse com um sorriso.


"Não é isso. Ele tinha uma proposta de negócio e precisava de um investidor. Ele estava aqui explicando isso para mim." Esmi ajudou Ryder, dizendo isso.


"Oh, que negócio?" Bastian perguntou.


"Desculpe, cara, mas isso é um segredo por enquanto. Eu contarei a você depois que eu terminar de configurar as coisas." Ryder respondeu.


"Tanto faz, cara. Terminou aqui? Vamos beber," Bastian colocou as mãos nos ombros de Ryder enquanto pedia.


"Terminei aqui, mas terei que aceitar a bebida outro dia. Tenho algo importante para fazer em casa. Ligo para você em breve e podemos acertar as coisas. Que tal?" Ryder soltou enquanto se levantava.


"Tudo bem. Se você diz." Bastian concordou com a sugestão. Ele não queria forçar Ryder.


Ryder deixou aquele lugar, deixando Bastian e Esmi para trás.


______________________


Ele voltou para sua casa e entrou em seu quarto. Como o sistema estava passando por uma atualização, não haveria missões por um bom tempo. Ele estava livre no momento.


Ele usou seus óculos VR e novamente entrou em Divinity.


Depois de mais ou menos uma hora, Alice chegou.


"Irmão, você está de volta?" Ela gritou quando percebeu que a porta estava destrancada. Ela abriu o quarto de Ryder e entrou.


"Nossa, de novo com aqueles óculos! Esse jogo é realmente tão incrível?" Ela murmurou ao notar Ryder usando os óculos.


'Devo comprar um também?' Ela pensou enquanto saía da sala.


____________________


Ryder havia entrado no mundo de Divinity e apareceu em seu local original de onde saiu.


Ele checou os rankings de fama e, assim que viu, havia o nome de Lúcifer ali.


Lúcifer estava classificado em 1 ° com 300 pontos de fama no momento, enquanto ele estava classificado em 2 ° com 200 pontos de fama.


"Esse homem nunca desiste, não é?" Ele suspirou ao ver a classificação.


"Eu não posso ficar para trás. Mesmo se eu não tiver classe no momento, eu também não vou desistir." Ryder disse com plena confiança.


Ele andou pela cidade e percebeu que havia pôsteres nas paredes por toda parte.


O pôster era da princesa desaparecida. Foi dito que quem encontrar a princesa e a trouxer de volta ao rei em segurança, receberá 100 moedas de ouro como recompensa.


"Estranho. Este evento também é diferente. Por que há tantas coisas diferentes no jogo em comparação com a última vez?" Ele falou em voz alta enquanto lia o pôster.


Ele pegou um e o guardou em seu depósito. Isso era algo novo, mas poderia ser bom se ele conseguisse encontrar a princesa. Ele ganharia o favor do rei, afinal.


Ele estava andando pelas ruas quando ouviu o estranho anúncio. Não era a voz de Janus, nem era a voz de Maya.


<+>

A Quest de Salem começa agora. Você será teletransportado para o submundo.

<+>


O anúncio disse.


"O que é isso?" Ryder disse, mas antes que ele pudesse fazer qualquer coisa, tudo ficou branco.


Ele desapareceu de onde estava e apareceu em um lugar diferente.


Não havia plantação. Nenhum humano podia ser visto em qualquer lugar. O céu também estava coberto por nuvens escuras e o sol não podia ser visto.


"Onde diabos eu estou?" Ryder soltou enquanto olhava ao redor.


Ele tentou abrir o mapa, mas, surpreendentemente, não havia opções na tela do jogo. Muitas opções foram restringidas. Uma delas era o mapa.


As únicas opções disponíveis eram a notificação, a tela de status e a opção de sair.


Ele tentou clicar na opção 'sair' apenas para ter certeza.


Uma tela de confirmação foi aberta.


Ele respirou aliviado ao perceber que pelo menos poderia se desconectar. Agora, a única coisa com que se preocupar era sua localização.


Era completamente desconhecida e, provavelmente, uma região desconhecida.


Ele ficou bastante surpreso, pois não ganhou nenhum ponto de fama por descobrir o lugar, mas provavelmente porque ele estava aqui para alguma missão.


Agora o que ele precisava era ver o que precisava fazer. Ele abriu a tela da missão e verificou os detalhes.


"Tornar-se um General Demônio?" Ryder deixou escapar um olhar surpreso no rosto enquanto lia as informações da missão.


'Eu preciso me tornar um General Demônio para conseguir uma classe?' Ele pensou enquanto olhava ao redor.


'Por que não houve menção de demônios antes?' Ele pensou enquanto começava a andar na terra vazia.


"Nos estágios mais altos do jogo, eu ouvi sobre o exército de mortos-vivos, mas nunca sobre os demônios? Eles são iguais aos mortos-vivos?" Ele falou em voz alta.


Ele caminhou por uma hora antes de finalmente ver uma pessoa. Havia uma pessoa que parecia humana. Ele estava sentado em um tapete com alguns objetos à sua frente.


Ryder caminhou até o homem enquanto ele mantinha os olhos nos objetos à sua frente.

10 visualizações0 comentário

Contate-me pelo Discord