Divindade: Contra o Sistema Divino - Capítulo 146: Reconhecido

Tradutor: Ydominuss


"Ah, certo. Claro. Você pode vir hoje. Podemos acelerar o processo", disse a mulher.


"Tudo bem. Estou indo então. Devo estar aí em uma hora", disse Ryder à mulher antes de desligar a chamada.


Ryder ligou o motor do carro e o colocou na estrada.


O carro corria pelas estradas da cidade, atraindo os olhares de meninas e meninos.


Logo, Ryder chegou ao seu destino.


Cloud Inc. foi a organização que realizou a maioria das loterias do país. A corporação era um grande nome no país com filiais em todas as cidades do país.


Eles mantinham muitos negócios, mas a maioria de seus negócios estava relacionada à indústria do entretenimento. Eles produziram filmes, tinham uma gravadora famosa, gerenciaram vários artistas de renome e muito mais.


Sua sede estava situada na nova capital dos Estados Unidos, Glepnir. Era uma cidade feita pelo homem no meio do nada que se tornou a nova capital do país.


Era a cidade mais desenvolvida do país que outras cidades não podiam nem comparar. Era a cidade tecnologicamente mais avançada e o lugar onde vivia a maioria dos bilionários.


A sede de muitas organizações proeminentes estava lá. A sede da Dream Corporation, a sede da Cloud Inc. e até mesmo a Necrosis Corporation ficavam lá.

Glepnir tinha tudo o que se poderia esperar. Ela também se tornou a maior cidade do país com o tempo.


A filial da Cloud Inc. na cidade de Ryder era apenas uma filial menor. Desta vez, a agência atraiu alguma atenção porque o ganhador da loteria era desta área.


O carro de Ryder parou diante da filial da Cloud Inc.. Ele saiu do carro e entrou no estabelecimento.


Assim que entrou, ligou para a mulher com quem havia falado antes e a informou de sua chegada.


"Oh, Sr. Ryder. Por favor, espere aí. Já desço", respondeu a mulher.


Ryder sentou-se em um sofá enquanto esperava a mulher descer. Era melhor ser escoltado por quem ele falou ao invés de falar com a recepcionista e explicar para ela.


Ele tinha acabado de se sentar quando recebeu uma ligação.


"Oh, Shu. Acho que esqueci de ligar para ele."


Ryder sorriu ironicamente quando viu o nome no telefone.


Ele atendeu a chamada.


"Por que você está me torturando com o suspense!"


Shu gritou assim que Ryder atendeu a ligação.


"Desculpe, acabei de ficar livre. Tenho apenas alguns minutos antes de ir para a segunda reunião", disse Ryder.


"Pelo menos me diga o que você fez! Estou morrendo de curiosidade como você o fez se desculpar? Você contratou a máfia?" Shu perguntou.


"Não, eu o chantageei. Isso é tudo que posso dizer por enquanto. Eu vou te contar outros detalhes mais tarde," Ryder explicou, mas foi quando suas expressões mudaram quando ele viu uma mulher atrás dele.


A mulher vestia uma camisa branca e uma saia preta. Seu cabelo só descia até os ombros. Seus lindos olhos pareciam uma mistura de carmesim e castanho.


Ele ficou ainda mais chocado ao reconhecer a mulher. Era a mesma mulher que ele salvou quando matou um criminoso para completar sua primeira missão.


A mulher tinha um olhar estranho no rosto enquanto olhava para Ryder.


'Ela me reconheceu?'


Ryder não sabia como reagir.


"Shu, eu te ligo de volta", ele desligou a ligação e colocou o telefone no bolso.


"Ah, olá", disse Ryder.


Ele manteve a voz casual, para não deixá-la desconfiada, pois havia mudado de voz quando falou com ela no local do assassinato.


"C-conversamos ao telefone. Você pode vir comigo para pegar seu dinheiro", a mulher não disse nada, mas Ryder podia ver que ela estava perturbada com suas palavras.


Ele não pôde deixar de encarar a palma da mão antes de começar a segui-la.


'Ela está preocupada. Deve ser que ela ouviu sobre a chantagem. Ela não pode me reconhecer desse evento,' Ryder pensou.


Entraram juntos no elevador.


Ele não falou uma única palavra depois disso. Ele queria falar com ela o mínimo que pudesse, a menos que fosse necessário.


"Meu nome é Claudia. Estou cuidando das coisas relacionadas à distribuição de prêmios", disse a Mulher.


Ela estava preocupada com o que ouviu sobre chantagem, mas depois de algum tempo, ela se recuperou. Ela não queria que isso afetasse seu trabalho.


"Sou Ryder Flynn, mas tenho certeza que você já sabe meu nome", Ryder disse a ela.


"Já nos encontramos antes?" Claudia perguntou a Ryder enquanto olhava em seus olhos.


"Ah, não. Eu teria lembrado se tivesse conhecido uma mulher bonita como você", disse Ryder flertando para jogá-la fora.


"Ah, obrigada," Claudia respondeu, mas ela não parecia impressionada.


"É só que você me lembra alguém que me salvou", acrescentou. "Eu me pergunto se você é ele."


"Salvou você? De quê? Além disso, se ele salvou você, você deve se lembrar do rosto dele", disse Ryder ignorantemente. "A menos que eu tenha um gêmeo correndo sem meu conhecimento."


"Ele salvou minha vida. Eu estaria morto sem ele. Não pude agradecê-lo adequadamente naquele momento porque estava com medo. Sempre me arrependo disso. Além disso, ele estava escondendo o rosto, então não sei como ele se parece. tipo," Claudia disse enquanto suspirava. "Mas, o corpo dele era como o seu."


"Há muitas pessoas neste mundo com o mesmo físico. Além disso, se eu salvar alguém, não esconderia meu rosto, especialmente se a pessoa que salvei fosse uma mulher bonita", Ryder riu.


Cláudia não respondeu.


Eles saíram do elevador no 4º andar e caminharam até o escritório.


Claudia sentou na cadeira principal enquanto Ryder sentou na outra cadeira.


Ela tirou um tablet de sua gaveta e deu a Ryder.


"Você precisa assinar aqui e preencher os detalhes como seu número de identificação e endereço", disse Claudia. "Depois disso, começarei o processo de transferência de dinheiro. Isso refletirá em sua conta em uma hora."


Ryder acenou com a cabeça e encheu tudo antes de devolver a coisa para Claudia.


"Obrigada. Tudo está feito agora. Você receberá seu dinheiro em breve. Os impostos serão deduzidos dos 10 milhões de dólares, no entanto", disse ela.


"Está tudo bem. Eu sei como funciona. De qualquer forma, obrigado por adiantar isso para hoje. Já vou indo." Ryder se levantou e se virou para sair.


"Ahmm, posso te perguntar uma coisa se você não se ofender?" Ela perguntou a Ryder.


Ryder parou quando olhou para ela.


"Certo."


"Você não parece um cara mau, mas eu ouvi você falar sobre chantagem. Embora eu não conte a ninguém, pois é sua vida pessoal, eu espero que você possa deixar os maus caminhos e melhorar sua vida. O crime nunca é o caminho para seguir em frente", disse Claudia depois de alguma hesitação.

9 visualizações0 comentário

Contate-me pelo Discord