Divindade: Contra o Sistema Divino - Capítulo 120: Espero Que Eles Não Nos Comam

Tradutor: Ydominuss


"Está em casa!" a fêmea ghoul respondeu.


"Eu sei que é seu lar! Estou perguntando sobre o nome da cidade! De qualquer forma, deixe isso. Diga-me onde fica o Vale das Almas Errantes?" Ryder mudou a questão ao se sentir irritado.


"Vale!" a ghoul disse enquanto apontava para os pés de Ryder.


"Vossa Alteza, parece um esforço inútil. Eu tinha ouvido que mortos-vivos de baixo nível tinham baixa inteligência, mas acho que ainda os superestimamos. Não acho que ela possa nos dizer nada", Rale disse a Ryder. "Com o nível de inteligência dela, duvido que ela sequer saiba sobre isso."


Ryder olhou para o ghoul e suspirou.


"Você pode estar certo. Não vai funcionar assim. Precisamos falar com alguém mais inteligente", Ryder murmurou.


Ele deixou a ghoul para trás e começou a andar à frente.


Rale e sua equipe o seguiram.


Eles procuraram pela cidade, mas não encontraram nenhuma espécie inteligente.


"Bem, este foi um esforço perdido. Parece que teremos que continuar nossa busca pelas cidades mortos-vivos que têm mortos-vivos inteligentes," Ryder murmurou.


"Oh, certo. Quantas espécies de mortos-vivos existem?" Ele perguntou a Rale quando saiu da cidade.


"Existem mais de 40 espécies de mortos-vivos que eu conheço, mas pode haver mais. É bem possível que nossa informação esteja incompleta", disse Ryder.


"40? Isso é mais do que eu esperava. Quantas dessas 40 são espécies inteligentes?" Ryder perguntou.


"Existem seis Espécies de Mortos-Vivos inteligentes. Entre essas 6, a Vampira e a Lich são consideradas as mais inteligentes e poderosas", explicou Rale.


"Isso faz sentido. É por isso que seus Reis estão no mesmo nível que nossos Arquiduques. E quanto ao resto? Quais são as outras 4 Espécies a quem podemos fazer nossas perguntas?" Ryder perguntou.


"Dark Ghouls, Dullahans, Mummys, e os Vrykolakas são as outras quatro que são considerados inteligentes," Rale disse a ele enquanto carregava Ryder e voava no ar em busca da próxima cidade.


"Há um especial como os Dark Ghouls também?" Ryder perguntou surpreso.


"Sim. Eles são muito diferentes dos ghouls normais. Eles são mais poderosos e têm inteligência. O Rei Ghoul de que falei antes é um deles. O Rei Ghoul é um Dark Ghoul. Ele não está no mesmo nível que o Rei Vampiro e o Rei Lich, mas se formos por boatos, então ele é o terceiro mais forte na região dos mortos-vivos ", disse Rale a Ryder.


"Interessante. Então, precisamos ficar longe dos 3 Reis e ficaremos bem. Não deve ser difícil. Os fortes como eles raramente deixam seus castelos," Ryder soltou suavemente.


"Sim. Provavelmente não os conheceremos, mas seria melhor se não atraíssemos muita atenção, afinal", Rale respondeu.


"Sou só eu ou parece uma cidade?" Ryder perguntou quando viu um vislumbre de algo à distância. Havia edifícios altos lá que pareciam muito melhores do que a cidade que haviam visto antes.


"Pela construção daquele lugar, parece mesmo uma cidade. Devemos ser capazes de encontrar alguém dos Altos Mortos-Vivos lá, mas podemos ter azar e encontrar os Reis lá também. Devemos ir para outro lugar?" Rale perguntou a Ryder.


"Não há necessidade disso. Iremos para esta cidade. Não podemos ter medo só de pensar em encontrar um Rei, ou nunca seremos capazes de cumprir nossa missão. Vamos descer. Vamos caminhar lá ", Ryder comandou Rale.


Rale ficou um tanto surpreso ao ouvir a resposta, mas então um sorriso apareceu em seu rosto. Ele se lembrou do discurso que Ryder fez durante sua coroação, e sua bravura impressionou Rale ainda mais.


Rale desceu para o chão com os outros, e eles cobriram o resto da viagem a pé.


Eles chegaram à cidade e entraram com facilidade.


Seus corpos estavam cobertos com sua capa, o que não era suspeito, já que muitos vampiros se vestiam de maneira semelhante.


Enquanto Ryder caminhava pela cidade, ele viu muitas pessoas lá, mas elas não pareciam mortas-vivas. Em vez disso, elas pareciam humanos normais.


"Rale? Que espécies são eles?" Ryder perguntou a Rale.


"Eles são os Vrykolakas, Vossa Alteza. Mesmo que eles se pareçam com vampiros, existem algumas diferenças fundamentais entre os dois. Enquanto os Vampiros se alimentam de sangue, eles se alimentam de carne. Eles também não podem voar como os Vampiros , "Rale informou Ryder.


"Esta deve ser uma cidade Vrykolaka, já que não consigo ver mais ninguém além de alguns vampiros aqui e ali. Está quase toda cheia de Vrykolakas", acrescentou.


"Vamos torcer para que eles não tentem comer nossa carne, ou as coisas vão ficar sujas", Ryder murmurou com um sorriso irônico no rosto.


Eles caminharam até uma pequena loja que vendia carne para outras pessoas.


"Bem-vindo. Quanto você quer?" o vendedor perguntou. Ele tinha pele escura e corpo baixo, mas seu estômago estava ligeiramente saliente.


"Nós somos vampiros de muito longe. Estávamos nos perguntando se você poderia nos dizer onde estamos", Ryder perguntou ao homem.


"Oh? Vampiros? Esta é a primeira vez que vi tantos vampiros caminhando juntos. Você é da Realeza dos Vampiros?" o homem perguntou com um sorriso atrevido no rosto.


"Não, nós somos vampiros normais, nada de especial. Diga-nos onde estamos," Ryder perguntou.


"Você está na cidade de Wingu. Uma cidade de propriedade de nossa Senhora Asemori", disse o homem.


"Oh, que bom. A que distância estamos do Vale das Almas Errantes?" Ryder perguntou.


"O Vale?!" O homem exclamou em choque enquanto sua boca se escancarava em choque.


"Sim. Estamos procurando por alguém que foi para o Vale das Almas Errantes. Por favor, diga-nos como chegar lá", Ryder disse ao homem.


"Sinto muito, mas não posso falar sobre isso. Não quero falar sobre isso", disse o homem olhando de lado.


"É muito importante para nós. Basta nos dizer as direções e a distância, e nós cuidaremos de todo o resto", Ryder deixou escapar enquanto olhava para o homem.


"Não posso. Aquele lugar está amaldiçoado! Não vou falar sobre isso, muito menos apontar na direção. Vá embora", disse o homem enquanto fechava os olhos.

Rale trouxe seu rosto para mais perto dos ouvidos de Ryder e sussurrou em seus ouvidos.


"Vossa Alteza, devemos sequestrá-lo e forçá-lo a nos contar? Podemos fazer isso silenciosamente, sem ninguém saber", sugeriu Rale.


"Não, não há necessidade de fazer isso", Ryder respondeu a Rale.


“Encontraremos outra pessoa para nos responder. Não se preocupe com isso”, acrescentou.


"Tudo bem. Obrigado por falar conosco. Vamos perguntar a outra pessoa", Ryder disse ao vendedor antes de se virar e ir embora.

3 visualizações0 comentário

Contate-me pelo Discord