Divindade: Contra o Sistema Divino - Capítulo 101: Mortos-vivos

Tradutor: Ydominuss


Após cerca de 10 minutos, um homem desceu as escadas e parou diante do velho. Ele olhou para Ryder confuso, pois não o reconheceu.

"Por que você está parado aí assim? Ele está aqui para falar sobre um emprego, vá cumprimentá-lo", disse o velho a Aleson.

"Ah, olá, senhor," Aleson disse, mas gaguejou porque estava nervoso.

'Assim como eu tinha ouvido falar, sua falta de notas universitárias e sua personalidade tímida foram a principal razão para o mundo não notar o gênio que estava por vir', Ryder pensou enquanto sorria.

"Não se preocupe, Aleson. Estou aqui para lhe oferecer um emprego. Tenho uma empresa farmacêutica e de tecnologia e quero contratá-lo para trabalhar comigo em uma ideia que acho que vai revolucionar o mundo. só posso pagar a você 10.000 dólares, mas quando o lucro de nossa empresa aumentar, seu salário também aumentará. O que você acha? " Ryder perguntou a Aleson.

"Eu concordo," Aleson respondeu imediatamente.

"Hmm? Você não quer ouvir a ideia primeiro?" Ryder perguntou surpreso.

"Não há necessidade disso. Preciso do dinheiro para cuidar da minha família. Não importa qual seja a ideia, vou dar tudo de mim para torná-la realidade", respondeu Aleson.

"Hahaha, tudo bem. Vamos para o seu quarto. Vou mostrar o contrato e dizer no que preciso que você trabalhe", Ryder riu enquanto se levantava.

Aleson levou Ryder para seu quarto.

O quarto de Aleson estava quase vazio. Não havia muita coisa no quarto, exceto uma cama, uma mesa, um computador e um guarda-roupa.

Ryder tirou os papéis do contrato e os deu a Aleson.

"Leia atentamente antes de assinar. Existem algumas coisas importantes aí, como o fato de que você será o líder de nossa equipe farmacêutica e sobre seu salário e seu futuro. Vou esperar aqui enquanto você analisa isso", Ryder disse antes de se sentar na cama.

Aleson começou a ler o contrato e, depois de lê-lo completamente, ele o assinou e devolveu os papéis a Ryder.

"Ótimo, agora ouça minha ideia."

"Você sabe quantas pessoas no mundo têm câncer a cada ano? Apesar de todo esse crescimento em nossa sociedade, não tivemos um grande avanço neste campo. Muito menos o tratamento, até mesmo os testes não melhoraram, mas eu quero mudar isso, " Ryder disse a Aleson.

Aleson apenas olhou para Ryder com curiosidade em seu rosto e um pouco de surpresa.

"Quero que você trabalhe em uma tecnologia que possa ser usada para descobrir o câncer, seu tipo e estágio apenas por meio de uma gota de sangue. Algo que todos possam usar em casa, sem ir ao hospital. Imagine um mundo onde todos podem se testar."

"Muitos pacientes com câncer morrem por não descobrirem sobre isso nos estágios iniciais, mas eu quero mudar isso. Eu quero um mundo onde as pessoas possam se testar ativamente. Acredito que isso diminuiria as mortes em nossa sociedade como as pessoas não teram que esperar que os sintomas apareçam," explicou Ryder.

"Isto?" Aleson estava com a boca aberta de surpresa. Isso era semelhante a um pensamento que ele tinha anteriormente, mas ele não tinha a intenção de explorar essa ideia, pois não tinha certeza se era possível.

"Não se preocupe. É perfeitamente possível, e acredito que você pode fazer isso. Tenho a ideia inicial sobre o principio em que este teste funcionaria, e algumas outras coisas básicas sobre isso e preciso que você trabalhe no que eu sei e aprofunde a partir daí. Vou lhe contar mais detalhes sobre o que eu sei; você pode começar a trabalhar depois de algumas semanas. Vou lhe enviar o endereço do escritório e outros detalhes. Dê-me seu número," disse Ryder para Aleson .

Ele pegou o número de Aleson antes de sair do quarto e desceu as escadas e saiu de casa.

Ele entrou no carro e saiu do local.

"A conversa não foi ruim, eu acho", Ryder murmurou enquanto dirigia o carro sob a luz da noite.

Enquanto dirigia pela cidade, ele viu uma loteria ao longo do caminho.

"Espere um minuto. Como eu poderia esquecer isso? Amanhã não é a data que aconteceu?" Ryder murmurou enquanto aumentava a velocidade e ia para uma parte diferente da cidade.

Ele lembrou que havia uma loteria que valia milhões de dólares. Mesmo que ele não se lembrasse de quais eram os números vencedores, ele se lembrava da loja em que o vencedor comprou o ingresso. Ainda estava em sua mente, já que era uma coisa enorme na época, porque o vencedor era de sua área.

Ryder parou o carro na frente da loja de loteria.

Ele saiu do carro e entrou na loja.

"Preciso de todos os seus bilhetes de loteria", Ryder disse ao dono da loja. Ele comprou todos os bilhetes de loteria que o dono tinha e deixou o local.

O vencedor da loteria deveria ser anunciado depois de mais três dias, mas ele estava confiante de que o grande prêmio já era dele agora.

Ryder voltou para casa na hora do jantar.

Ele foi direto para a sala de jantar.

"Você está de volta, como foi seu trabalho?" Alice perguntou a Ryder enquanto servia o jantar.

"Foi ótimo. Logo tudo vai se encaixar", Ryder respondeu com um sorriso se formando em seu rosto.

Ele terminou o jantar e voltou para seu quarto.

Ele descansou na cama e usou os óculos Divinity. Ele se encontrou no mundo da Divindade dentro de seu quarto no Palácio Real.

Ryder saiu da cama e saiu do quarto.

Miku ainda estava do lado de fora de seu quarto.

"Você sempre fica fora do meu quarto?" Ryder perguntou a ela.

"É minha responsabilidade cuidar de Vossa Alteza", respondeu Miku.

"Rale ainda está na sala de prática?" Ryder perguntou a ela.

"Não, Alteza. Mestre Rale foi para fora da cidade. Ele deve voltar logo", respondeu ela.

"Tudo bem. Estou indo para o quarto de Miyali. Avise-me quando ele voltar", Ryder disse a ela antes de começar a caminhar em direção ao quarto de Miyali.

Logo ele chegou lá, bateu na porta e entrou no local. Miyali estava sentado na cama.

"Miyali? É meu equívoco, ou seus olhos estão com um tom de vermelho mais profundo agora? Posso saber qual é a sua espécie?" Ryder perguntou em confusão quando viu seus olhos.

Miyali parecia preocupada enquanto olhava para Ryder.

"Por que você está preocupada? Não se preocupe. Você não se machucará por causa de sua espécie", Ryder disse a ela enquanto se aproximava dela.

"Eu-eu não sou um demônio completo. Eu sou meio demônio e meio morto-vivo," Miyali respondeu enquanto reunia coragem.

6 visualizações0 comentário

Contate-me pelo Discord