DCSD - Capítulo 13: Recompensa Surpresa

Atualizado: 27 de jul. de 2021

Tradução: Ydominuss



Honestamente, Ryder não tinha certeza se poderia matar o homem. Ele estava hesitando, mas lembrou-se das palavras que Janus havia dito a ele naquele momento.

'Punição por fracasso: Alice vai morrer.'

As palavras continuaram ecoando em sua mente. O rosto sorridente de Alice apareceu em sua mente. Sua mão trêmula parou de tremer enquanto ele tomava uma decisão ... uma determinação para matar. Ele empurrou a faca para frente e apunhalou o peito do homem. "Eu posso até ir para o inferno por ela. Depois da morte de nossos pais, ela é a única família que me resta. Eu nunca vou deixar nada acontecer com ela", ele murmurou.

Ele podia ver a expressão dolorosa no rosto do homem. Ryder percebeu que ele nunca seria capaz de esquecer os olhos do homem que o encarou enquanto ele morria. Suas mãos estavam cobertas pelo sangue do homem, assim como a faca. Felizmente, suas roupas ainda estavam boas. Ele puxou a faca e deixou o homem cair no chão. O corpo sem vida do homem estava à sua frente, enquanto ele estava lá com uma faca na mão. Ele ainda estava tendo dificuldade em acreditar que havia matado uma pessoa real. Ele se virou para sair, mas seus olhos pousaram na garota na esquina do beco. Ela ainda não tinha saído, provavelmente por causa do medo. A garota tremia enquanto as lágrimas não paravam de cair de seus olhos. Ryder começou a caminhar em direção à garota.

"Qual o seu nome?" Ele perguntou à garota enquanto a olhava nos olhos. "M-Mary, por favor, não me mate, senhor," ela gaguejou. Ele podia ver que ela estava tremendo.

Ryder estava vestindo uma jaqueta por cima da camisa. Ele tirou a camisa e a jaqueta sem parar para pensar. Ele agora estava de topless na frente da garota.

"Oo que," A garota deu um passo para trás. Ela colocou os braços em volta do peito, Ryder poderia adivinhar o que ela estava pensando.

' Ela acha que vou forçá-la. Bem, eu não posso culpá-la por pensar isso depois do que ela passou, 'Ryder pensou com um sorriso irônico no rosto.

"Não se preocupe; eu não vou fazer nada. Aqui, pegue esta camisa. Você precisa de algo para vestir quando sair deste lugar", Ryder disse em um tom gentil.

Ele estendeu a mão para ela. Depois de um pouco de hesitação, ela tirou a camisa da mão dele.

"Você pode ir agora," ele disse a ela em um tom calmo. Ele vestiu sua jaqueta e se virou para sair. "Ah, posso saber o seu nome?" A garota perguntou abruptamente ao vê-lo saindo. "Eu? Você pode me chamar de Hades", disse ele antes de sair.

Ele não disse a ela seu nome verdadeiro para sua proteção. Ele disse o nome de seu avatar que ele havia usado em 'Divinity'.

"Hades?" Ela murmurou para si mesma. Ela apenas ficou lá e assistiu ele sair. Depois que ele saiu, ela saiu do beco também e caminhou em direção a sua casa. Ela não percebeu, mas Ryder estava de olho nela. Ele queria ter certeza de que ela sairia dessa área com segurança.

' Não sou um santo, mas devo mantê-la segura, já que a salvei. Posso acumular um bom carma no processo. Eu não acho que isso possa equilibrar meu pecado de assassinato. '

Depois de se certificar de que ela estava fora desta área, ele voltou. Ele teve que passar pela rua 67 para voltar. Felizmente, sua jaqueta não tinha sangue. Ele encontrou uma fonte de água e foi capaz de lavar o sangue de suas mãos também. Ele colocou a faca no armazenamento do sistema em vez de jogá-la fora. Ele sentiu que era muito mais seguro mantê-lo ali. Ele ainda estava um pouco abalado. O rosto moribundo daquele homem ficava piscando diante de seus olhos.

"Janus, por que você não anuncia minha conclusão da missão? Pare de ser preguiçoso e me dê minhas recompensas", ele murmurou.

Ele esperava desviar sua atenção conversando com Janus.

<A missão principal foi concluída! 30 pontos de origem foram adicionados à conta do anfitrião por completar a missão> <Recompensa extra: como o anfitrião concluiu sua primeira missão principal antes do tempo determinado, 20 pontos de origem adicionais foram atribuídos ao anfitrião> <Recompensa extra 2: Como o anfitrião concluiu sua primeira missão principal antes do tempo determinado, uma caixa misteriosa foi concedida ao anfitrião>

"Legal, você finalmente acordou. Você estava dormindo?" Ele perguntou de uma forma brincalhona.

<O sistema nunca dorme>

"Por que você estava tão atrasado então?" Ryder perguntou. Ele estava realmente curioso sobre isso.

<O sistema estava esperando o anfitrião chegar em casa.>

"Por quê? Você estava sendo atencioso?" Ryder não pôde deixar de rir, mas Janus não respondeu. "Ei. Pelo menos me fale sobre a caixa misteriosa. O que há nela?" Ele perguntou a Janus.

Embora ele pudesse abrir a caixa, ele não queria parar neste lugar perigoso para abrir a caixa.

<Isso é um mistério. Mesmo Janus não sabe>

"Então abra a caixa e me diga," Ryder disse enquanto sua curiosidade o dominava. Ele decidiu abrir a caixa agora.

<A caixa não pode ser aberta sem a chave. O anfitrião precisa da chave> "Que chave?*** Onde posso encontrar a chave?" Ryder deixou escapar um olhar chocado no rosto, mas a resposta de Janus só o deixou com raiva.

<O sistema não pode responder>

"Você está falando sério? Então você me deu uma caixa como recompensa que eu nem consigo abrir? Você está brincando comigo?"

Ryder amaldiçoou em voz alta com um olhar irritado no rosto.


N.T.: *** quase respondi no automático

6 visualizações0 comentário

Contate-me pelo Discord